Zezinho Sobral recomenda distribuição de álcool em gel para trabalhadores rurais

Zezinho Sobral recomenda distribuição de álcool em gel para trabalhadores rurais
abril 09 14:25 2020 Imprimir Conteúdo

Preocupado com a pandemia do coronavírus e visando a prevenção do homem do campo, o deputado estadual Zezinho Sobral apresentou uma indicação na Assembleia Legislativa para que o Governo do Estado, através das Secretarias da Saúde (SES) e da Inclusão e Assistência Social (Seias), distribua álcool em gel e álcool líquido 70% aos trabalhadores rurais e aos Beneficiários do Programa Mão Amiga.

“Trata-se de uma ação imprescindível para que as famílias que residem no campo estejam seguras e prevenidas. O álcool é uma das principais armas na prevenção porque age rapidamente sobre bactérias vegetativas (inclusive microbactérias), vírus e fungos. A distribuição do produto é uma forma importante de cuidar da saúde das pessoas da zona rural”, sinalizou Zezinho Sobral.

Na opinião do parlamentar, a manifestação do COVID-19 em diversos países tem preocupado a população. São muitas as maneiras de evitar o contágio da doença e o uso do álcool em gel para higienizar as mãos é uma das formas para tentar impedir a presença do vírus. O produto auxiliará na prevenção dos trabalhadores rurais.

“Por esta razão, conto com o apoio dos gestores da SES e da Seias nesta causa. A indicação é para que o álcool em gel seja distribuído no processo de cadastro dessa nova etapa do programa Mão Amiga, para que todos sejam contemplados. Acredito na aprovação”, afirmou Sobral.

Prorrogação

Esta semana o deputado estadual Zezinho Sobral protocolou uma indicação na Assembleia Legislativa para que o Governo do Estado prorrogue o prazo do recadastramento do Programa Mão Amiga – Cana para 22 de maio, ou seja, 30 dias a mais do período estipulado pelo governo (22 de abril).

“Com essa turbulência causada pela pandemia, é necessária a prorrogação deste prazo para termos um cadastro mais efetivo e que contemple todos os trabalhadores. Dessa forma, evita aglomerações na realização destes cadastros. O objetivo maior é a preservação da saúde destes trabalhadores”, afirmou Zezinho Sobral.

Para o deputado, “é o campo que alimenta a cidade e precisamos cuidar cada vez mais da saúde das famílias rurais”.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: