Vereador sofre descriminação por ser ex-dependente químico

Vereador sofre descriminação por ser ex-dependente químico
maio 08 05:14 2019 Imprimir Conteúdo

Quando um indivíduo enfrenta a dependência química, ela enfrenta uma luta diária nos riscos oferecidos pelas drogas e pelo violência das ruas. So que mesmo quando ele larga as drogas, elas não  largam deles. O preconceito da sociedade abre uma ferida que está em processo de cicatrização, que pode culminar no retorno a este mundo obscuro. E este é o grande conflito enfrentado pelo vereador da cidade de São Cristóvão, Lilo.

Em conversa com o deputado estadual Capitão Samuel, Lilo relatou que sofreu descriminação e decidiu fazer um ato nesta terça-feira, 07. Durante o movimento, ele contou com o apoio dos residentes do Batalhão da Restauração que lutam diariamente em busca da cura.

O ato pede respeito e apoio de toda a sociedade para que eles consigam continuar dígnos e firmes nesta batalha. Todo ex-dependente precisa de moradia e de emprego para que possam transformar as suas realidades e sem isso, tendem a voltar para as ruas e viver à margem da sociedade.

Foto assessoria

Por Anne Isabelle

  Editoria: