Veja a relação dos médicos que decidiram paralisar atendimento

Veja a relação dos médicos que decidiram paralisar atendimento
janeiro 03 13:15 2019 Imprimir Conteúdo

 

Sem acordo, os médicos contratados por Recibo de Pagamento Autônomo (RPA) pela prefeitura de Aracaju, retiraram os nomes das escalas de plantão e decidiram suspender atendimento nos hospitais Nestor Piva e Fernando Franco, desde a última terça-feira, 1º de janeiro.

No final da manhã desta quinta-feira (03), foi divulgada uma relação com nomes dos médicos que aderiram à paralisação, o que terminou por superlotar o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

O radialista Alex Carvalho, do Batalha na Jornal, da rádio Jornal teve acesso à relação dos médicos que aderiram à paralisação.

Confira:

Quem quer continuar a paralisação?

(Pediatria / Cirurgia Geral)

Pediatra e Cirurgia Geral RPA com 100% de adesão

#Quem quer continuar a paralisação (ORTOPEDIA)

1)Francis

2)Washington

3)Thiago Leal

4)Morgana

5)Giuliana

6)Rodrigo Passos

7)Victor

8)Rodrigo Alencar

9)Hertz

10)Dheyzonn

11)Felix

Ortopedia RPA com 100% de adesão

#Quem quer continuar a paralisação(Clínico)?

1- I’karo Cardoso

2-Izabel Froz

3- Telma Paixao

4- Natália Mangueira

5- Léo Faro

6 – Jose Ayrton Macedo

7- Hertz Tavares

8- Mayo Tavares

9- Catrine Moura

10- Flávio Cabral

11- Marcella Menezes

12- Ricardo Jabbur

13- Ronald Gois

14- Clécio Santos

15- Marckssuelly Cassia

16- Dernevan Rodrigues

17- Nanci Cláudia

18 – Saulo Henrique

19- carla Viviane

20- Camila Moraes

21- Adilton Jardim

22-Milena Bomfim

23- Carlos Eduardo

24- Rogerio Gindri

25- Ana Suellen

26- Márcio Maxi

27- Daiana Andrade

28-Cleverton Oliveira

29- Aretha Machado

30- Denise Santos do Nascimento

31- Eduardo Silva Farias

32- Lucas santos lima

33- Mariana Aguiar Machado

34 -José Dennis Dória

35- Mauro Eugenio da Silva

36- Andreia Pereira

37- José Torres

38- Luana Costa

39- Ramon R. de Oliveira

40- Lucas Fonseca De Oliveira

41- Zildete Cibele

42 – Marília Ferraz

43-Diana Farias

44- Rosemary Amarante

45 – Eduardo Guimarães

46 – Jéssica Macedo

47-Lucas de Oliveira Vieira

48- Caio César

49- Hiago Costa

50- Marcelo Santana

51 – João Carlos

52- José Rodrigo Santana

53 – Renata Santos

54- Camila Batista

55- Agamenon Gomes Júnior

56- Rosana Neves de Alcântara

57- Marcus Felipe Gonçalves Feitosa

58- Eduardo Berek

59- Edcleverton Dantas

60- Michelly Costa

61- Hulemar Andrade Vasconcelos

62-Ruth Nogueira da Silva Santana

63 – André Fellipe

64- Luseilton dos Santos Silva

65- Luana Porto

66- Samuel José Rodrigues

67- Augusto César

68- Ianna Cristina

69- Larissa Gabrielly

70 – Saulo Makerran

71 – Luan Magalhães

72- Fernanda Souza

73-Francis Sharaym

74-Gabriela Alves Vasconcelos

75 – Roberto de Moraes Rodrigues

76 – Saulo Bispo

77- Marcela Haydée

78- Flávia Faro

79- Marianna Freiren

80- Felipe Mendes

81 – Tiago Freitas

82 – Airton Salviano

83- Renato Varjão

84- Milena Passos Lima

85 – José Rafael Pereira

86- Mary Tania Alves

86 – Sérgio Ricardo

87- Joelma Vieira

88 – Juliana Cardoso Pereira

89- Irla

90- Matheus Nogueira

91- Ana Caroline Ferreira

92 – Ivan Mendes

93 – Silvana Queiros

94 – Fernanda Rocha

95- João Carlos

96- Geraldo Nunes

97- Danielly Viana

98- Marcio Lobo

99- Luiz Eduardo

100- Allan Estevão

101 – Edielson dos Anjos Costa

102 – Mayra Chagas

103- Renata Tavares

104- Hiram Menezes

105- Carla Nascimento

106- Ivanio Grigorio Santos Junior

107- Leomarques

108- Michel Fabio

Quem dos médicos das UBS quer continuar a paralisação?

01 – Curt

02 – Fernanda Souza

03 – Sérgio Ricardo

04 – Isaias Costa

05-michelly Costa

06- Mariana Aguiar

07- Hulemar Andrade Vasconcelos

08- Luana Porto

Cerca de 8 UBS já sem médicos RPAs. A estimativa é 100% de paralisação dos RPAs. Situação triste para a população de Aracaju. Estamos dispostos a negociar a qualquer momento que o prefeito tenha interesse. Lembrando que a população nesse momento está desasistida por falta de planejamento da gestão já que o MP já vinha avisando da ilegalidade nas contratações e nenhuma medida foi adotada para resolver a situação.

  Editoria: