Se sentindo desprestigiado, ex-senador Elber Batalha vai deixar o PSB

Se sentindo desprestigiado, ex-senador Elber Batalha vai deixar o PSB
maio 07 11:12 2019 Imprimir Conteúdo

O ex-senador Elber Batalha (PSB) informou na manhã desta terça-feira (07) que vai deixar o partido, afirmando que se sente desprestigiado por lideranças e companheiros de Sergipe.

O anuncio do ex-senador foi feito durante entrevista ao jornal da Fan, onde ele explicou que esperou 8 anos para assumir interinamente o cargo, e isso só ocorreu ao final.

Demonstrando tranquilidade em suas declarações, Elber Batalha  disse ainda que “depois de tudo certo para eu ser o primeiro suplente ai foram para me dizer que eu seria o segundo e não aceitei”, explicou.

Primeiro suplente do ex-senador Antonio Carlos Valadares (PSB), os elogios de Elber foi para a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) a quem segundo ele, lhe deu apoio no senado com informações.

Ao se sentir desprestigiado, Elber afirmou que já tomou a decisão e que vai deixar o PSB dos Valadares. Ao comentar sobre o relacionamento com Valadares pai e filho, o ex-senador disse apenas que “cumprimento quando encontro”.

Segundo Elber Batalha, a sua insatisfação se deu por conta da falta de atenção de todo o agrupamento e deixou entender que o senador Antonio Carlos Valadares não teria lhe dado a oportunidade de assumir uma cadeira no senado, a não ser praticamente no final do mandato, quando Valadares se submeteu a uma cirurgia e eu  ter passado de 16 anos como 2º suplente do senador. Eu assumi pelos últimos quatro meses do mandato dele, apenas porque Zé Eduardo morreu em 2015″, desabafou.

Elber Batalha encerrou, ao considerar a atitude dos Valadares como desrespeitosa. “Eu sou o dono daquilo tudo lá. O partido é meu, a sede é minha, e é alugada a eles. No começo era de graça e agora eles pagam uma micharia”, contou.

  Editoria: