Parceria entre MP e SENAI leva benefícios para crianças e adolescentes de Sergipe

agosto 15 17:00 2019 Imprimir Conteúdo

O Ministério Público de Sergipe recebeu do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) uma doação de aproximadamente duas mil peças de roupas infanto-juvenil, confeccionadas por alunos dos cursos de confecção, costura e modelagem. A doação foi entregue ao Centro de Apoio Operacional da Infância e Adolescência (CAOpIA). A promotora de Justiça e diretora do CAOpIA, Maria Lilian Mendes Carvalho, destinará as peças para crianças e adolescentes assistidos por programas sociais.

“A ação realizada pelo SENAI enfatiza a importância de estreitar, cada vez mais, o relacionamento entre todos os segmentos da sociedade, inclusive entre as empresas privadas e o Ministério Público. Essa conduta reforça a aplicabilidade dos direitos básicos às crianças e adolescentes, especialmente aquelas que necessitam de auxílio e vivem em estado de risco e vulnerabilidade social”, frisou a promotora de Justiça.

Ela agradeceu ao SENAI e também ao SESI, parceiros imprescindíveis nas atividades promovidas pelo CAOpIA. Ambas instituições auxiliam na luta pela garantia dos direitos de uma parcela da juventude sergipana. “Essas instituições são é parceiras do MP em diversas ações, voltadas especialmente para crianças e adolescentes carentes, que precisam do nosso olhar, da nossa oportunidade”, afirmou.

Lilian Mendes ainda enfatizou que a preocupação com a juventude é um dever de todos, da família, da sociedade, do poder público e as entidades que fazem a rede do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial compreendem essa função. “A nação que não cuida das suas crianças e dos seus adolescentes está fadada ao fracasso. Pode até crescer no fator econômico, mas no fator humano e social terá problemas. Uma criança ou um adolescente mal cuidado é refletido na sociedade, pois a criança de hoje é o homem e mulher do amanhã”, finalizou.

De acordo com diretor regional do SENAI, Paulo Bergamini, tais parcerias refletem em uma troca de oportunidades. “Além de a população ter a chance de se qualificar e adentrar no mercado de trabalho, outros são beneficiados com os serviços ou produtos, frutos dessas parcerias. O resultado dessa ação é um trabalho de qualidade, realizado também por pessoas que precisam de apoio para ocupar um posto de trabalho, portanto, trata-se de uma ajuda mútua”, destacou.

Com informações do SENAI

Ministério Público de Sergipe

Foto: Celene Moraes

  Editoria: