Operação da Polícia Civil prende seis pessoas em Boquim e em Pedrinhas

Operação da Polícia Civil prende seis pessoas em Boquim e em Pedrinhas
dezembro 04 15:12 2019 Imprimir Conteúdo

 

Uma mulher foi presa com a quantia de R$ 2.500,00 proveniente do tráfico de drogas

Uma operação de policiais civis que atuam em Boquim e Pedrinhas resultou na prisão de seis pessoas, em cumprimento a cinco mandados de prisão e uma prisão em flagrante. Durante a operação, o suspeito Reginaldo Roza Souza, conhecido como “Pisa Boi”, tinha mandado de prisão pelo crime de roubo, na cidade de Boquim. Ele também é investigado por cometer outros crimes de roubos e furtos praticados na região.

Também foi preso Carlos Daniel Santos de Santana. Ele que tinha um mandado de prisão do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) de Aracaju. Ele é suspeito de homicídio no município, tendo sido preso anteriormente pela Polícia Militar com posse de entorpecente e foi indiciado pelo crime de tráfico de drogas na cidade de Boquim.

Taynara dos Santos foi presa em flagrante pela Polícia Civil quando estava depositando uma quantia de R$ 2.500,00, oriundos do tráfico de drogas no município de Pedrinhas. Ela foi presa em um banco no município de Boquim.

Foi preso também Gidelmo Silva Santos, conhecido por “Vandamme”, que tinha mandado de prisão por homicídio. “Essa investigação da Polícia Civil elucidou todo o crime, ele é o principal acusado desse delito. O homicídio aconteceu no início deste ano”, mencionou o delegado Marcelo Hercos, que coordenou a operação.

Uma mulher identificada como Acácia Mota dos Santos foi presa também com um pedido de prisão preventiva. Ela é suspeita de crime de furto e dano contra o ex-companheiro. “Ela invadiu a casa dele pelo telhado e subtraiu diversos objetos que foram recuperados em posse da suspeita”, completou o delegado.

O suspeito Alex Santos de Santana, mais conhecido como “Quiquinho”, também foi preso. Ele é suspeito de uma tentativa de homicídio no município de Pedrinhas, contando com outros envolvimentos em furtos e também por jogar uma garrafa em um policial.

“Esse é o saldo ao todo de seis prisões até o momento, realizados pela Polícia Civil de Boquim e Pedrinhas. As diligências continuam para que outros mandados sejam cumpridos e elucidar mais  crimes”, finalizou o delegado Marcelo Hercos.

SSP

  Editoria: