O TCE que tenta tirar direitos dos PMs é o mesmo que concede reajuste a seus servidores, diz coronel

O TCE que tenta tirar direitos dos PMs é o mesmo que concede reajuste a seus servidores, diz coronel
maio 17 10:02 2019 Imprimir Conteúdo

O coronel RR da Polícia Militar, Henrique Alves Rocha, fez um desabafo em suas redes sociais, ao comentar cobre a decisão do Tribunal de Contas do Estado, que está orientando ao governo do estado, para que não conceda o direito adquirido pelos militares.

A Lei foi aprovada o ano passado, para entrar em vigor em maio deste ano, acabou sendo barrado após orientação do TCE.

Coronel Rocha diz que “o Tribunal de Contas do Estado que tenta impedir  o retorno de um direito retirado injustamente pelo Governo de Sergipe dos policiais e bombeiros militares da reserva, reformados e pensionistas, é o mesmo Tribunal que aprovou ontem um reajuste para todos os seus servidores de 2,86%, retroativo a abril de 2019”, disse Rocha.

O coronel explica ainda que “a lei não concede aumento, bem reajuste, apenas retorna um direito que o executivo retirou dos reformados e pensionistas da PM/BM quando implantou o subsídio. O retorno do direito está previsto para o salário de maiôs deste ano, aí em abril o TCE mandou sustar, sob a alegação de falta de recursos, mas o orçamento de 2019 foi aprovado com a previsão desta implantação”, disse coronel Rocha.

Ao final, o coronel diz que “este ano, assim como ocorre todos os anos, o TJ, o MP, a Alese e agora o TCE, tiveram seus reajustes anuais aprovados, o mesmo não ocorre com os servidores do poder executivo há seis anos”.

  Editoria: