Feminicidio: cabo Amintas ressalta confiança no trabalho da polícia

Feminicidio: cabo Amintas ressalta confiança no trabalho da polícia
maio 17 07:35 2019 Imprimir Conteúdo

Cabo Amintas chama atenção para feminicídios e ressalta confiança no trabalho da polícia

Na manhã desta quinta-feira, 16, o vereador Cabo Amintas (PTB) utilizou a Tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) para destacar casos de violência que chocaram o estado de Sergipe recentemente, dando ênfase aos feminicídios.

De início, o parlamentar destacou o caso da jovem Ana Paula Jesus dos Santos, 26, ocorrido na madrugada do último sábado (11), no conjunto Dom Pedro I, na Zona Oeste de Aracaju. O que prematuramente era tratado como latrocínio, tornou-se suspeita de feminicídio.

“Esse é o Victor Aragão, até então esposo da Ana Paula. Ele foi preso no dia de ontem pela Polícia Civil sergipana como principal suspeito da morte da esposa. Nós não estamos aqui para julgar antecipadamente, mas eu confio na polícia sergipana. Essa jovem, casada com o Vitor, achava que estava protegida pelo seu marido. Aí é morta a marretadas… Se ele for mesmo o autor, é muita cara de pau inventar um latrocínio. Mas esquece que a polícia é muito bem preparada! Não há nenhuma comprovação de uma terceira pessoa no quarto em que ela foi assassinada”, explicou.

O vereador também evidenciou o caráter machista da violência sofrida pelas mulheres. “As mulheres têm sido vítimas de violência de uma forma absurda nesse estado. Infelizmente, a nossa sociedade machista foi criada ensinando aos homens para que se sintam donos das mulheres. Aí cresce um sentimento de posse, de ‘nós somos os donos’. O cara se separa da mulher e ela não pode seguir a vida dela. No caso da jovem Ana Paula, segundo as informações, ela já queria encerrar o relacionamento. Ele [o marido e suspeito] nega. Assim como nega o feminicídio”, afirmou.

E continuou. “Eu confio na polícia sergipana. Se esse rapaz é o autor do crime, ele vai pagar. Porque a polícia desse estado faz um grande trabalho na parte investigativa. Vão provar o que aconteceu dentro daquele quarto”.

Por fim, Cabo Amintas ainda comentou sobre o grande trabalho que essa equipe de investigação faz, especificamente. O parlamentar relembrou que o grupo que trabalha nesse caso de feminicídio é o mesmo que desvendou o caso do borracheiro que agia como ‘serial killer’ em Nossa Senhora do Socorro. Amintas também se solidarizou com as famílias atingidas por tamanha violência.

“O cara matou no mínimo 4 pessoas, uma delas desaparecida há mais de um ano. E a polícia sergipana está fazendo um trabalho belíssimo. No dia de ontem a primeira vítima foi identificada e enterrada. Minha solidariedade às famílias que têm perdido seus entes queridos para uma violência sem precedentes no nosso estado. Parabéns aos policiais, que estão no dia a dia, assim como os guardas municipais, recebendo R$8 pra comer e sendo esquecido por esse governo”, concluiu.

Foto César de Oliveira

por Evenilson Santana

  Editoria: