Defensora pública participa do Congresso Estanciano de Direito

Defensora pública participa do Congresso Estanciano de Direito
maio 08 15:46 2019 Imprimir Conteúdo

Com o tema “Cidadania: Realidade ou Utopia?”, a vereadora Emília Corrêa (Patriota) participou da nona edição do Congresso Estanciano de Direito. As palestras foram promovidas pelos alunos do curso de Direito, da Universidade Tiradentes (Unit), Campus Estância.

Há 31 anos exercendo o papel de Defensora Pública, Emília Corrêa compartilhou um pouco da sua experiência com os acadêmicos e destacou que o tema em questão é bem pertinente para a atualidade. “Tenho orgulho de dizer que estou nessa profissão apaixonante há 31 anos. Em relação ao tema em debate, enquanto acadêmico, talvez a pessoa não faça muita ideia do que estar por vir ao longo da caminhada profissional. Digo isso, porque por muitas vezes ajuizei questões que, teoricamente, deveriam acontecer naturalmente na vida das pessoas. Infelizmente, em pleno século XXI ainda estamos buscando que a cidade seja uma realidade para todos os cidadãos e não uma utopia”, afirmou.

Para o coordenador do congresso, José Conrado Santos, o intuito do evento  também é discutir as consequências da crise e a revitalização dos direitos e garantias fundamentais e os palestrantes foram definidos com cautela. “O nome da Dra. Emília Corrêa foi cogitado desde o início. Escolhemos palestrantes que pudessem engrandecer a comunidade acadêmica por meio de pautas interessantes para que isso sirva de reflexão ao momento que estamos vivendo. Dessa forma, os alunos vão poder aprimorar todo conhecimento que estão adquirindo, no exercício da profissão”, declarou.

Compartilhando do mesmo pensamento que José Conrado Santos, o coordenador do curso de Direito em Estância, professor Manuel Caldas, disse que a experiência dos debates têm gerado resultados positivos para os alunos. “Já estamos na nona edição. Trazer nomes renomados na área jurídica e pessoas empoderadas  nesses temas é de extrema importância para os acadêmicos. Isso qualifica ainda mais o aprendizado dos alunos que, certa forma, acabam se identificando ainda mais com o curso”, concluiu.

Ascom/EC

 

  Editoria: