Cabo Didi pede que aulas da rede pública sejam transmitidas pela TV e Rádio Câmara

Cabo Didi pede que aulas da rede pública sejam transmitidas pela TV e Rádio Câmara
maio 13 15:07 2020 Imprimir Conteúdo

Envolvido em projetos sociais e, sabendo da importância da educação para jovens, o Vereador Cabo Didi (PSC), encaminhou ao Prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), uma indicação para que as aulas do município possam ser transmitidas pela TV e Rádio Câmara. O parlamentar tem como objetivo, fazer com que os mais de 32 mil alunos da rede municipal tenham condições de estudo, e não percam o ano letivo por conta da pandemia.

Diante da necessidade de isolamento social, as crianças estão dentro de casa, que na maioria das vezes não existe computador e uma boa internet para aulas on-line, como vem acontecendo com estudantes de escolas privadas da capital. Pensando nisso, o vereador Cabo Didi sugere a utilização a estrutura dos meios de comunicação da Câmara Municipal de Aracaju para que aulas possam ser ministradas para os estudantes da rede pública municipal. Este método já vem sendo aplicado aos alunos da rede estadual de ensino, na TV Aparipê.

“Não quero que os alunos da rede pública municipal percam o ano letivo, isso não é justo. Uma providência precisa ser tomada por nós parlamentares e gestão pública. Então, protocolei na Câmara para que seja debatido pelos nossos colegas a possibilidade da TV e Rádio Câmara proporcionarem as atividades de sala de aula. Durante as aulas os professores podem passar atividades e exercícios e os alunos podem enviar as respostas pelo aplicativo whatsapp ou até mesmo por e-mail,” frisou o vereador Cabo Didi.

Mãe de dois filhos que estudam na rede municipal, dona Maria José doa Santos, aprovou a proposta. “Se isso acontecesse seria ótimo. Não estamos de férias, mas nem todo mundo têm computador. Aqui em casa temos um, mas são 2 crianças. Então a transmição pela TV ou Rádio ajudaria muito. E além de voltar a estudar, é uma ocupação. Já não sei nem o que fazer com meus filhos mais dentro de casa”.

Por Valéria Santana

  Editoria: