Bombeiro Sergipano viaja para segunda fase da operação Moçambique

Bombeiro Sergipano viaja para segunda fase da operação Moçambique
maio 06 14:07 2019 Imprimir Conteúdo

 

Mais de 168 mil pessoas foram afetadas pelo ciclone Kenneth

Na manhã deste domingo (05), o subtenente do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) Wagner Uchôa Dias, embarcou no aeroporto internacional de Joanesburgo, na África do Sul, à disposição da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), para assumir a segunda fase da operação Moçambique.

O bombeiro que está em Moçambique aterrissou para atuar no auxílio a vítimas de uma tempestade, dessa vez em meio à passagem do ciclone Kenneth, que atingiu o norte de Moçambique, que fez deles o corredor de destruição ao chegar ao continente, causando mais de 40 mortes e deixando milhares de desabrigados.

O desastre natural acontece seis semanas depois do país ter sido atingido pelo ciclone Idai, que causou mais de 650 mortes. Onde se encontra o Bombeiro militar de Sergipe, subtenente Rinaldo Freire, na cidade de Beira, capital do estado de Sofala, uma das mais populosas do país e foi uma das localidades mais afetadas pelos fortes ventos, chuvas e inundações causadas pela passagem do ciclone.

Bombeiros têm apoiado as autoridades e as Nações Unidas em resgates e na reconstrução de localidades destruídas. Mais de 168 mil pessoas foram afetadas pelo ciclone Kenneth, 37 mil desabrigados estão vivendo em centros de acomodação após a destruição de suas residências, cerca de 35 mil casas e 200 salas de aula sofreram danos, 14 unidades de saúde também foram afetadas, segundo os últimos dados das autoridades Moçambicanas.

Fonte: Ascom/CBMSE

  Editoria: