Aracaju supera anos anteriores em aplicação de doses contra a gripe no Dia D

Aracaju supera anos anteriores em aplicação de doses contra a gripe no Dia D
maio 06 12:43 2019 Imprimir Conteúdo

A Prefeitura não para de trabalhar em benefício da população aracajuana. Prova disso foi a quantidade de doses aplicadas durante este sábado, 4, que foi o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Até o momento, foram apuradas as aplicações em 22 das 45 unidades básicas de saúde (UBS), que totalizaram 21.032 doses.

E juntamente com gestores da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a secretária Waneska Barboza esteve na nova Unidade Básica de Saúde (UBS) Roberto Paixão, no bairro 17 de Março, para acompanhar de perto o movimento de imunização contra a gripe.

A secretária revela que somente o levantamento parcial deste ano já é bem superior aos anteriores, que imunizou nove mil e 16 mil pessoas em 2017 e 2018, respectivamente. Segundo ela, a meta é vacinar 146 mil pessoas, mas até o momento apenas 55.481 mil pessoas procuraram um dos postos de vacinação, correspondendo a 38%.

“Apesar do sucesso do Dia D, temos que continuar conscientizando nossos usuários. No sábado, todas as unidades de saúde estiveram abertas até as 17h, mas além disso estamos promovendo diversas ações estratégicas para atingir a meta como a unidade itinerante do Programa Consultório na Rua, que esteve esta semana na Praça Zilda Arns, no bairro Jardins, onde vacinamos quase 500 pessoas em apenas duas manhãs. Na próxima semana iremos à praça do final de linha do Bugio. Também teremos unidades com o horário estendido até às 20h, como a UBS Augusto Franco e Amélia Leite nas próximas terça e quarta-feira, 7 e 8. Estas estratégias são formas que encontramos para ofertar mais oportunidades à população para se vacinar”, informou Waneska.

Para a secretária, é importante a vacinação, principalmente, para crianças maiores de seis meses e menores de dois anos. “É um grupo que temos um pouco mais de dificuldade para atingir a meta. Por isso estamos sempre alertando as mães sobre a importância da vacinação, como também para os demais grupos prioritários, para evitar que a população adoeça e até venha a óbito em virtude da gripe”, alertou.

Preparação

A diretora de Vigilância e Atenção à Saúde (DVAS), Taise Cavalcante, enfatizou a importância do Dia D e frisou que a SMS se preparou bem para ele, disponibilizando aproximadamente 450 profissionais de saúde para garantir à comunidade a vacinação contra a influenza, fora o pessoal de apoio.

“Como durante a semana muitas pessoas trabalham e tem outras questões que impedem de vir até as UBS, nós oferecemos um sábado, que é um dia mais tranquilo, para que as pessoas que estão dentro dos grupos prioritários venham se imunizar. Organizamos tudo para que os usuários cheguem até a unidade básica de saúde mais próxima e tenham suas doses garantidas. Nosso trabalho é proporcionar todas as condições necessárias para evitarmos óbitos ou complicações por causa da gripe”, garantiu Taise.

Durante todo dia, vários gestores da SMS se dividiram e visitaram as unidades para saber como foi a movimentação e se ocorreu tudo com tranquilidade.

Além da vacina

As enfermeiras das UBS Roberto Paixão e Santa Terezinha aproveitaram a ida das mães até as unidades de saúde para vacinar os filhos e ofertaram o exame citopatológico (exame de lâmina). As enfermeiras Marília Uchôa e Carol Pontes fizeram uma rápida palestra explicando como é realizado o exame e para que serve.

A hipertensa e diabética Marinete dos Santos, 58, foi uma das que participaram dessa ação complementar. “Antes eu tinha que ir até outra unidade que é muito longe da minha casa e este ano, graças ao nosso prefeito Edvaldo Nogueira, posso me vacinar pertinho de casa neste posto de saúde lindo. E ainda a enfermeira me chamou para fazer o exame de lâmina. Foi tudo muito rápido e com cuidado. Não tenho palavras para agradecer este carinho, estou muito feliz”, emocionou-se a moradora do bairro 17 de Março.

A dona de casa Vera Lúcia da Silva levou a neta Raissa da Silva Oliveira, 5 anos, para ser imunizada contra a gripe. “Sou eu quem cuido desta neta e não pude trazê-la durante a semana. Então foi muito bom para mim a unidade de saúde estar aberta neste sábado”, revelou.

A diarista Patrícia dos Santos concordou com Vera Lúcia. “Eu trabalho todos os dias úteis da semana. Com a abertura da unidade no sábado foi ótimo porque pude trazer a minha filha Alice para se vacinar, pois acho muito importante para a menina não ter gripe”, relatou.

O cabo da Polícia Militar de Sergipe, Aldimar Sousa, foi se vacinar na UBS Augusto Franco e levou o filho Miguel, 5, também para ser imunizado. “Não tive tempo ainda de levar o meu filho na UBS, então aproveitei este sábado e vim logo, porque não quero ficar gripado e muito menos deixar que o meu filho adoeça. Miguel teve mais coragem de tomar a vacina do que eu”, brincou.

Campanha continua

A Campanha Contra a Influenza segue até o dia 31 de maio, vacinando os grupos prioritários nas UBS e no Ipesaúde. É importante levar o cartão de vacinação e documento de identificação. Pacientes com comorbidades devem levar receita médica; puérperas devem levar o comprovante de nascimento da criança; doentes crônicos, o relatório médico, e trabalhadores da saúde e professores, o comprovante de trabalho.

No dia 11 de maio, haverá ponto de vacinação nos dois shoppings da capital e, além disso, na próxima semana, algumas UBS terão horários estendidos, das 17h às 20h, sempre às terças e quartas-feiras. Serão elas: Amélia Leite (Suíssa) e Augusto Franco, nos dias 7 e 8 de maio; Edézio Vieira de Melo (Siqueira Campos) e Sinhazinha (Grageru), dias 14 e 15 de maio, e, por fim, Onésimo Pinto (Bugio) e Manoel de Souza (Sol Nascente), nos dias 21 e 22 de maio.

As equipes de Saúde estarão vacinando idosos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto e crianças a partir de dois anos, das 8h às 12h, nos dias 7 e 8 de maio, na praça do final de linha do Bugio; no dias 14 e 15, na Praça dos Capuchinhos; 21 e 22, no palco da Rua São João, e, em 29 e 30 de maio, na Praça do Castelo Branco.

Grupos Prioritários

Segundo a coordenadora do Programa Municipal de Imunizações e Doenças Imunopreviníveis, Ilziney Simões, a escolha dos grupos prioritários segue recomendação do Ministério da Saúde. “Ao município de Aracaju compete apenas a aplicação das doses e buscar alternativas para atingir a meta de 90% de pessoas destes grupos. E isto estamos fazendo”, explicou.

Os grupos prioritários são: crianças maiores de seis meses e menores de seis anos; gestantes; puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); indivíduos com 60 anos ou mais; trabalhadores da saúde na ativa; professores de escolas públicas e privadas; povos indígenas; pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais; adolescentes entre 12 e 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, que serão vacinados nos respectivos estabelecimentos penais; policiais civis, militares e bombeiros ativos das forças armadas.

Dengue

Como a Prefeitura trabalha para o bem-estar de todos e prevenir doenças, enquanto foi realizado o Dia D de vacinação contra a gripe, outra equipe trabalhou na prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Na manhã deste sábado foi realizado mais um mutirão de combate ao ao vetor pelos agentes de combate às endemias da SMS. Desta vez, as equipes se concentraram no entorno da UBS João Oliveira Sobral, no bairro Santos Dumont.

Fonte e foto SMS

  Editoria: