Aracaju é terceira capital do NE a atingir meta e vacinar 90% da população idosa

Aracaju é terceira capital do NE a atingir meta e vacinar 90% da população idosa
abril 05 08:20 2020 Imprimir Conteúdo

Aracaju é a terceira capital do Nordeste a atingir a meta do Ministério da Saúde (MS) durante a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, ao imunizar 48.099 pessoas acima de 60 anos, representando 90% da população idosa, um dos principais grupos de risco do novo coronavírus (covid-19). A capital sergipana só fica atrás de Natal (RN), que imunizou 80.678 ou 94,49% do público-alvo; e Maceió (AL), que vacinou até o momento 74.562 idosos, o equivalente a 92%.

A Campanha Nacional de Vacinação teve início no último dia 23 de março, mas, de forma estratégica, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) antecipou-se à mobilização nacional, iniciando a vacinação no dia 21 de março, com o objetivo de ganhar mais tempo para imunizar os idosos, público-alvo da campanha, evitando aglomerações e possibilitando uma melhor condição para que os cidadãos em grupos de risco possam seguir na quarentena.

A estratégia deu certo e a campanha na capital transcorreu de forma célere e tranquila em diversas Unidades Básicas de Saúde, tanto que, no primeiro dia, foram vacinados cerca de 32% da população idosa, números expressivos.

De acordo com o prefeito Edvaldo Nogueira, Aracaju pensou desde o primeiro momento em estratégias diferenciadas para que a vacinação dos idosos ocorresse rapidamente e atingisse a meta.

“A primeira medida foi antecipar a campanha, assim alcançamos em apenas um dia 32% das pessoas com mais de 60 anos. Depois, a vacina seguiu seu fluxo nas UBS. E agora, nesta semana, realizamos com muito sucesso, a imunização no drive thru. Seguiremos com outras medidas que, juntas, estão garantindo que efetivamente a Prefeitura proteja seus cidadãos e que Aracaju contribua com o país na vacinação contra a influenza”, afirma Edvaldo Nogueira.

Drive thru
Visando evitar aglomerações nas Unidades Básicas de Saúde em virtude da covid-19, a gestão municipal intensificou ainda mais as estratégias da campanha e realizou, nos dias 2 e 3 de abril, quinta e sexta-feira, de forma pioneira na capital, a vacinação através do sistema “drive thru”, imunizando os maiores de 60 anos dentro do carro, direto do estacionamento do Riomar Shopping.

A campanha nesse formato foi um sucesso e contribuiu para que o Município atingisse a meta ministerial. E os números atestam a assertiva: foram imunizados mais de 4.700 idosos em apenas dois dias, um recorde.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Waneska Barboza, para a realização desse formato de imunização, a SMS contou com a parceria do Riomar Shopping, que cedeu o espaço do estacionamento para promover a vacinação e da colaboração dos residentes da Universidade Federal de Sergipe, dos profissionais de enfermagem da Universidade Tiradentes e de voluntários da Cruz Vermelha.

“Esse formato de vacinação contribuiu para que os idosos não precisem se deslocar para as Unidades Básicas de Saúde. Além da vacinação em posto volante, começaremos também, na próxima semana, a imunizar os idosos acamados”, informou a secretária.

Outras mobilizações
A secretária explica que o idoso que não conseguiu a vacinação no estacionamento do shopping, terá a oportunidade de imunização em outras datas.

A exemplo dos dias 7 e 8, terça e quarta-feira, quando haverá vacinação itinerante na praça Zilda Arns, no bairro Jardins. Já no dia 14, os idosos poderão receber a vacina contra a Influenza na praça do final de linha do conjunto Bugio. No dia 15 a ação acontecerá na praça do bairro 18 do Forte, próximo ao 28º Batalhão de Caçadores.

Em todos os dias, a vacinação será realizada no horário das 8h às 12h. Além disso, serão disponibilizadas doses para os idosos acamados, para os asilos e lares de idosos, atingindo, assim os 10% restantes do público alvo.

Já para os profissionais de Saúde, que também são público-alvo da 1ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, a imunização continuará sendo realizada no local de trabalho dos profissionais.

Até 22 de maio
O calendário nacional, referência para a capital, vai até o dia 22 de maio, e será intensificada no dia 9 de maio, com o dia “D” de mobilização nacional.

Vale lembrar que esta vacina não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico da gripe, já que os sintomas são parecidos, para chegar mais rapidamente a conclusão do diagnóstico. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde.

Foto Sérgio Silva

  Editoria: