“Administração de Valmir é eivada de imoralidade e irregularidades”, diz promotor

“Administração de Valmir é eivada de imoralidade e irregularidades”, diz promotor
fevereiro 16 07:43 2018 Imprimir Conteúdo

O promotor de justiça do município de Lagarto, Antonio César Leite de Carvalho, foi duro na resposta dada ao prefeito Valmir Monteiro, que em entrevista afirmou que o promotor teria feito ameaças a um secretário municipal. Valmir Monteiro afirma que o promotor teria telefonado para o secretário ameaçando prende-lo.

Na manhã desta sexta-feira (16), o promotor Antonio César Leite negou que tenha feito ameaças, afirmando que é amigo pessoal do secretário e que em nenhum momento fez ameaças.

Em entrevista a uma emissora de rádio, o promotor afirmou que “as obras construídas pelo prefeito são eivadas de imoralidade, irregularidade e ilegalidade”, disse o promotor, afirmando ainda que obras foram realizadas sem licitação.

Ainda segundo o promotor, a prefeitura realizou a reforma de um mercado sem licitação no povoado Jenipapo. “obras da administração do prefeito Valmir Monteiro estão eivadas de imoralidade, irregularidade e ilegalidade”, disse o promotor.

O promotor disse ainda sobre um possível ato de improbidade praticado por Valmir que teria beneficiado um amigo, que teria um faturamento de mais de R$ 40 mil. Essa situação seria sobre o matadouro. “Valmir entregou a um amigo, que já colaborou com suas campanhas eleitorais, conhecido como Neguinho da Brasília, com faturamento de R$ 45 mil a R$ 50 mil por mês, pelo menos”.

Ao final, o promotor disse que vai interpelar judicialmente o prefeito, que o acusa de telefonar para um de seus secretários, conhecido como “Noel da Laranja”, ameaçando prendê-lo. “Sou amigo particular do Noel e jamais faria isso. O que tenho recomendado é que ele não assine documentos que possam ser ilegal”, explicou.

Munir Darrage

  Editoria: