Zezinho Sobral: não se pode afrontar a constituição retirando direito adquirido

Zezinho Sobral: não se pode afrontar a constituição retirando direito adquirido
novembro 26 13:26 2019 Imprimir Conteúdo

 

O líder do governo, deputado Zezinho Sobral (PODE) usou o espaço no pequeno expediente na Alese, nesta terça-feira (26) para informar que todos os deputados estão atentos para apreciar os projetos.

“Os projetos ainda não foram pautados, mas em processo de avaliação e eu quero dizer que não se pode afrontar a Constituição retirando direitos adquiridos de ninguém, então esse assunto está superado. Vamos analisar e trazer o processo de discussão, pois o objetivo desta Casa e do governo, é melhorar a educação no estado de Sergipe”, afirmou Zezeinho.

Já o deputado Iran Barbosa (PT), explicou que a greve deflagrada pelo magistério estadual nesta terça-feira, é por tempo indeterminado. “Essa greve está sendo deflagrada em função do tratamento que vem sendo dispensado pelo governo do Estado à nossa categoria. Não se trata apenas dos dois projetos de lei que estão tramitando aqui, mas de um conjunto de medidas que estão sendo tomadas e todas elas repercutem diretamente na vida dos professores e daqueles que usam a escola pública”, afirma.

Com informações da Alese

  Editoria: