Zezinho Sobral defende ampliação de benefício do programa Mão Amiga

Zezinho Sobral defende ampliação de benefício do programa Mão Amiga
junho 01 16:24 2022

 

Famílias trabalhadoras rurais da cana-de-açúcar, laranja e bacia leiteira de Sergipe serão contempladas com o aumento do valor da parcela

Importante defensor da bandeira da agricultura e do fortalecimento do homem e da mulher do campo, o deputado estadual Zezinho Sobral (PDT) votou favorável ao Projeto de Lei 166/2022, do Poder Executivo, que trata do reajuste financeiro do Programa Mão Amiga. A proposta é alterar o valor do benefício mensal de R$ 190,00 para R$ 250,00 concedido às famílias dos trabalhadores rurais, desempregados sazonais em virtude das entressafras dos cultivos da cana-de-açúcar e da laranja.

“Essa é uma vitória dos sergipanos e das sergipanas do campo, que muito representam a nossa agricultura familiar. Tive a oportunidade de dialogar com os amigos da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Sergipe (Fetase), que nos procuraram para tratar sobre políticas públicas e a possibilidade de ampliar o Mão Amiga. Fomos ao Governo do Estado, levamos o pleito ao governador que compreendeu a necessidade de ampliação e, prontamente, encaminhou o projeto à Alese”, destacou Zezinho Sobral.

“Esse reajuste representa o cuidado com as pessoas e será ampliado para o mesmo valor praticado para a modalidade ‘Bacia Leiteira’, com o intuito de restabelecer uma melhor contribuição aos trabalhadores contemplados legalmente, de forma justa e equânime. Essa é uma vitória dos amigos da Fetase, do trabalhador e da trabalhadora do campo. Fico feliz em ver o programa expandir e se consolidar para amparar os nossos irmãos e irmãs do campo”, complementou.

O Mão Amiga foi criado em 2009 e, até hoje, atende aos trabalhadores da cana-de-açúcar e da laranja que sofrem com os efeitos das entressafras dessas culturas. Em 2021, foi ampliado para atender aos trabalhadores que atuam no alto sertão sergipano, precisamente na bacia leiteira, em razão das consequências causadas pela estiagem. Hoje, é considerado o maior programa de distribuição de renda e geração de cidadania de Sergipe de todos os tempos. A gestão do programa é da Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (Seias), que identifica e cadastra as famílias beneficiárias, operacionaliza a confecção e entrega dos cartões, articula com os municípios a conferência e a validação da base de dados dos beneficiários, além de realizar a divulgação do calendários de cadastramento e pagamento dos benefícios, e apresenta os resultados do programa.

“Tive a oportunidade de ver o Mão Amiga nascer na gestão do saudoso governador Marcelo Déda. É gratificante ver o quanto ele vem crescendo, fazendo a diferença na vida de muitas famílias, garantindo comida na mesa e dignidade durante a estiagem das culturas agrícolas, durante a seca, além das consequências causadas pela pandemia. Nosso mandato estará sempre à disposição dos trabalhadores do campo e reforço meu compromisso com a Fetase, com o trabalhador e trabalhadora do campo”, reforçou Zezinho Sobral.

Ascom Zezinho Sobral

  Editoria: