Zezinho Guimarães defende justiça fiscal na reforma tributária

Zezinho Guimarães defende justiça fiscal na reforma tributária
outubro 01 05:05 2019 Imprimir Conteúdo

 

Na sessão plenária desta segunda-feira, 30, o deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB) utilizou a tribuna para registar que frequentemente acompanha às notícias da imprensa nacional, e a coluna de diversos economistas, razão que  observou que o  Brasil já vislumbra a chegada da Reforma Tributária no país. Para o parlamentar, reforma é o momento de o Congresso Nacional se atentar para os mais pobres, e de se fazer justiça fiscal quanto à distribuição de renda.

Na sua exposição, o deputado revelou que leu, na íntegra, a compendia do economista da USP, Paulo Feldmann. Comungando da mesma opinião, o deputado Zezinho Guimarães teceu alguns comentários e fez um apelo ao parlamentares do Congresso Nacional:

“Chegou o  momento de o Brasil se  fazer justiça fiscal e olhar para aqueles que precisam. O momento é agora ou nunca mais! O Brasil é injusto do ponto de vista fiscal, é perverso do ponto de vista tributário,  e se quiserem fazer uma reforma justa, mirem na distribuição de renda. Mirem no desequilíbrio pernicioso que uma sociedade suporta e que está insustentável.  Eu faço esse apelo, agora é a hora dos deputados federais e senadores enxergarem pelos menos, esses dois pontos: corrigir destorções do imposto de renda e taxar grandes fortunas”, defendeu Zezinho.

Zezinho declarou  ainda que “a Reforma Tributária olhar  para a  distribuição dos que mais necessitam, e se caso isso não for feito a justiça fiscal não ocorrerá”. Os deputados Georgeo Passos (PPS), Maria Mendonça (PSDB) e o Doutor Samuel comungam da mesma opinião. Para Georgeo  Passos, a reforma tributária é um tema que deve ser aprofundado também no parlamento estadual.

Por Stephanie Macêdo – Rede Alese

Foto: Jadilson Simões

  Editoria: