Vítimas de acidentes motociclísticos reduziram em 62% neste final de semana

Vítimas de acidentes motociclísticos reduziram em 62% neste final de semana
março 22 12:47 2021 Imprimir Conteúdo

 

Com a finalidade de intensificar as ações no combate à Covid-19, o governo de Sergipe, desde a noite da última quarta-feira, 17, decretou o toque de recolher em todo o Estado e os resultados positivos já começam a aparecer. Prova disso são as estatísticas divulgadas através do Sistema Integrado de Informatização de Ambiente Hospitalar (HOSPUB), disponibilizado pelo Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse), que no período de 19 a 21 de março, registrou 252 atendimentos. Desse total, 11 pacientes foram vítimas de acidentes motociclísticos, um total de 62% a menos se comparado ao registrado antes do toque de recolher, que foi de 29 vítimas.

Isso reflete na colaboração da população no tocante às medidas restritivas e a importância do respeito a essas ações para não superlotar as portas dos hospitais com outros casos que não sejam relacionados ao coronavírus. A coordenadora do Pronto Socorro do Hospital João Alves, Débora Feitosa, explica que a porta da unidade hospitalar teve o seu fluxo reduzido no trauma depois da medida do toque de recolher.

“É notória a redução do número de atendimentos no trauma que o toque de recolher trouxe aqui para o hospital. Tivemos uma redução significativa no número de acidentes motociclísticos e isso é importante porque a nossa porta não superlota e a gente fica mais tranquilo para atender os casos de Covid que continuam crescendo diariamente. As pessoas devem continuar com o isolamento social, sem aglomerar e usando máscara e álcool gel”, informou a coordenadora.

Foram totalizados nesse período 94 atendimentos na sutura e ortopedia, 13 atendimentos pelo oftalmo e otorrino, 36 registros pelos ambulatórios de retorno, oncologia e fisioterapia, além de 64 pessoas registradas na Área Azul e 33 pequenos pacientes que deram entrada no Hospital Pediátrico Drº José Machado de Souza.

Entre os casos registrados estão 27 vítimas de queda, 4 vítimas por arma branca e 4 vítimas por arma de fogo, além de 11 vítimas de acidente motociclístico e 2 vítimas de acidente automobilístico.

Foto: Ascom/SES

  Editoria: