Visitas aos internos do sistema prisional são retomadas nesta segunda-feira, 14

setembro 14 10:24 2020 Imprimir Conteúdo

O retorno das visitas segue as orientações das autoridades de saúde e ocorre de forma gradual A primeira etapa da retomada das visitas aos internos das unidades prisionais de Sergipe teve início nesta segunda-feira, 14.

O retorno das visitas segue as orientações das autoridades de saúde e ocorre de forma gradual

A primeira etapa da retomada das visitas aos internos das unidades prisionais de Sergipe teve início nesta segunda-feira, 14. O reinício foi possível a partir da redução do número de casos da Covid-19 no estado. A retomada faz parte de um plano estratégico definido pela Secretaria da Justiça, do Trabalho e de Defesa do Consumidor (Sejuc), que segue as orientações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e testagens feitas, por amostragem, em parceria com a Universidade Federal de Sergipe (UFS).

O secretário Cristiano Barreto explicou que as visitas tinham sido suspensas ainda no mês de março, quando foram registrados os primeiros casos confirmados da Covid-19 no estado. “Há exatos seis meses, Sergipe registrou o primeiro caso de coronavírus no estado. E uma das primeiras medidas adotadas pela Sejuc foi o fechamento das unidades prisionais para visitação, atendendo uma recomendação do Conselho Nacional dos Secretários de Estado da Justiça (Consej)”, relembrou.

Cristiano Barreto detalhou outras medidas que foram adotadas desde o mês de março. “Instituímos um protocolo de prevenção e combate ao coronavírus, que incluía a abertura de um pavilhão de emergência em Areia Branca. Inauguramos de forma excepcional esse pavilhão, com o conhecimento e a anuência do Tribunal de Justiça, para abrigar os presos das delegacias de polícia e novos presos que ingressam no sistema. Paralelo a isso, foram adotadas outras medidas como o reforço de equipes médicas de saúde nas unidades prisionais, a distribuição de equipamentos de proteção individual, instalação de pias, aumento do número de materiais de limpeza, higienização constante das unidades e dos veículos”, detalhou.

Esses protocolos possibilitaram a retomada gradual que teve início nesta segunda-feira, 14, conforme ressaltou o secretário da Sejuc. “Estamos superando mais uma etapa, reiniciando as visitas nas unidades prisionais, com a abertura gradativa para os visitantes. A princípio, um visitante por interno, durante um período mais curto, para que depois possamos avaliar a situação da contaminação tanto no estado, quanto no interior das unidades. Se tudo transcorrer bem, até o mês de dezembro, estaremos com a visitação totalmente regularizada”, ressaltou.

Momento inicial da retomada

A retomada das visitas envolveu o desenvolvimento de um plano estratégico pela Sejuc e contou com a parceria da SES e da UFS. “Houve todo um planejamento junto à SES, junto ao Governo do Estado. Estamos vivenciando a reabertura e a retomada da economia, a abertura de academias e, mais do que justo, que possamos contemplar os internos, que estão há mais de seis meses sem a presença de familiares, com o retorno das visitas de forma gradual. É importante pontuar que, para a retomada das visitas, firmamos uma parceria com a UFS, através do fornecimento de kits de testagem pela SES, e realizamos os testes por amostragem em cerca de um quinto da população carcerária”, salientou o secretário.

Testagens garantem retomada

Os testes, realizados em parceria com a UFS, demonstraram que os planos estratégicos para prevenção ao coronavírus, adotados pela Sejuc, surtiram efeito e permitem uma retomada gradual das visitas de forma segura. “Dos internos testados, verificamos que cerca de 80% da população carcerária nunca teve contato com o vírus, o que mostra a eficiência do isolamento que foi planejado desde o começo. Dos que tiveram contato com o vírus, a grande maioria já apresenta IGG, que são os anticorpos, e são provenientes do pavilhão emergencial”, concluiu Cristiano Barreto.

Fonte e foto Sejuc

  Editoria: