Vigilância Sanitária estadual atuará no Arraial do Povo para garantir produtos de qualidade aos forrozeiros

Vigilância Sanitária estadual atuará no Arraial do Povo para garantir produtos de qualidade aos forrozeiros
junho 22 16:39 2022

 

A partir desta noite e durante todo o tempo de atividade do Arraial do Povo, a Vigilância Sanitária estadual estará mobilizada e atuante para garantir a segurança alimentar dos forrozeiros. Instalado na Orla de Aracaju, o espaço celebrará os festejos juninos até o dia 29 deste mês, ofertando um leque de atrações culturais e musicais para os amantes da mais forte tradição nordestina.

De acordo com as informações do coordenador da Vigilância Sanitária estadual, Ávio Britto, oito fiscais atuarão por noite, vistoriando alimentos e bebidas de ambulantes, bares e restaurantes credenciados para a comercialização naquela área. Além disso, equipes de apoio também estarão no local, dando suporte ao trabalho de fiscalização.

“Nossa missão é servir a população e por isso precisamos nos certificar e garantir àqueles que irão frequentar o arraial, que todos os comerciantes estarão operando em conformidade com a legislação, obedecendo aos protocolos sanitários”, atestou o coordenador, salientando que esse trabalho está sendo realizado também nas festividades do Centro de Criatividade e do Espaço Cultural Gonzagão.

Ávio Britto tranquiliza a população em relação ao consumo de alimentos e bebidas, assegurando que a Vigilância Sanitária estadual estará presente ao evento para dar o seu melhor. Salientou que também serão vistoriadas as estruturas de higienização dos espaços de comercialização, bem como o uso de Equipamentos de Proteção Pessoal (EPIs) pelos comerciantes, como aventais , gorros e máscaras.

Segundo ele, as equipes atuarão a partir das 17 horas, com inspeções do gelo e dos banheiros químicos, enquanto as ações dentro do espaço de festa começarão às 18 horas e seguirão até a madrugada. Denúncias e reclamações sobre possíveis irregularidades no comércio alimentar podem ser feitas através do telefone (79) 9 9191-2174. “Este celular estará funcionando no estande da Vigilância Sanitária no local e toda denúncias será averiguada imediatamente”, disse.

Foto: arquivo/SES

 

 

 

  Editoria: