Vigilância Ambiental visita municípios para avaliar qualidade da água fornecida à população

fevereiro 16 08:56 2021 Imprimir Conteúdo

Na última semana, as vigilâncias sanitárias dos municípios de Ribeirópolis e Cristinápolis receberam a equipe estadual da Gerência de Vigilância Ambiental (GVSAM) para discutir sobre a vigilância da qualidade da água para consumo humano.  A GVSAM compõe a área técnica de fiscalização da Coordenação Estadual de Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde.

O gerente da GVSAM, Alexsandro Bueno e demais fiscais, foram recepcionados pelos prefeitos Rogério Sobral (Ribeiróplis) e Sandro de Jesus (Cristinápolis) e técnicos da vigilância municipal. A equipe visitou locais de captação, como poços e chafarizes que abastecem carros-pipa e distribuem água para os povoados.

Vários pontos foram discutidos em relação à segurança dos locais, a exemplo das condições de segurança e higiene de reservatórios e do transporte da água. A equipe da GVSAM repassou todas as orientações necessárias ao desenvolvimento do Programa de vigilância da qualidade da água para consumo humano (VIGIAGUA) e seguirá monitorando as ações municipais, sempre prestando o apoio para que as ações não cessem mesmo em meio à pandemia da Covid-19.

De acordo com o gerente da GVSAM, Alexsandro Bueno, a qualidade da água deve ser constantemente monitorada. “É importante destacar que a contínua vigilância da qualidade da água na vigência da pandemia é de suma importância para garantir que os serviços de abastecimento forneçam água com qualidade, visto que as práticas de higiene pessoal e dos ambientes devem ser reforçadas como medida essencial para redução dos riscos de transmissão da Covid-19”, disse.

O Programa Estadual de Vigilância da Qualidade da Água em Sergipe já possibilitou, somente no mês de janeiro de 2021, mais de 1060 análises laboratoriais para avaliação da qualidade da água. Em 2020, mesmo com todos os esforços voltados para o combate da Covid-19, foram contabilizadas 10.331 análises.

Os municípios podem solicitar à Secretaria de Estado da Saúde a visita de técnicos da GVSAM para discutir sobre a vigilância da água para consumo humano. “As solicitações de análises são realizadas pelos municípios em sistema próprio disponibilizado pelo Lacen e posterior inserção de dados no sistema de informação da qualidade da água”, pontuou Alexsandro Bueno.

Foto: Ascom/SES

  Editoria: