Vereador Eduardo Lima externa preocupação com a violência contra pessoa idosa

junho 15 12:13 2022

O vereador Eduardo Lima (Republicanos) usou o Pequeno Expediente, na manhã desta quarta-feira (15), dia do Combate à Violência Contra a pessoa Idosa, na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) para externar preocupação a esses abusos.

“A pessoa idosa também é vulnerável. A pessoa idosa viveu, contribuiu através da previdência, dos impostos e chega à idade que ela precisa dos cuidados. A gente começa a perceber um pouco da falta de humanidade. Os abrigos, os asilos aumentando e as famílias que pegam seus idosos e colocam de maneira abrigável, justamente para não ter o cuidado de levá-los ao fim da vida, isto é algo constante, principalmente em Aracaju como em todo Brasil”, lamentou o vereador.

O parlamentar também destacou que, segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju (SMS), já foram registrados 31 casos de violência contra o idoso somente em 2022.

“Pode até ser um número pequeno, mas, quando se trata de uma pessoa idosa, que não tem como se defender, que já lutou, que já teve vigor e hoje não possui mais este vigor, isso nos preocupa”, afirmou.

Dia do Combate Contra à Violência a pessoa Idosa

O dia 15 de junho, dia do Combate Contra à Violência a pessoa Idosa foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa em 2006.

Segundo a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, 39.333 denuncias de violência contra a pessoa idosa foram registradas no Brasil no primeiro semestre de 2022, o que corresponde a 215 por dia e representa quase 30% do total recebido pelo disque 100.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: