Vereador Cabo Amintas fiscaliza unidade de saúde do Bairro América

julho 12 16:28 2019 Imprimir Conteúdo

Apesar do recesso parlamentar,  o vereador Cabo Amintas (PTB) continua atendendo as demandas do mandato que lhe foi confiado pelo povo, a exemplo das visitas a postos de saúde saúde, como a que ocorreu na última terça-feira, 9, na Unidade Básica de Saúde Adel Nunes, localizada no Bairro América.

Atendendo ao apelo da comunidade, que já havia alertado o parlamentar sobre os problemas do posto, Amintas viu de perto e constatou o caos instalado no local.

Entre as denúncias dos moradores, a dificuldade na marcação de exames foi uma das mais alegadas. Um paciente criticou também o descaso com a farmácia do local, que se encontrava fechada. “Ali é farmácia, veja! Mas só anda assim, fechada. Uma pessoa chega com a receita e não tem remédio. Uma ‘porrada’ de tempo que está assim”, denunciou, ressaltando ainda a falta de médicos na unidade e os problemas no acompanhamento de agentes de saúde da família.

Entre os assuntos abordados por Cabo Amintas com a gerente da unidade, a ausência de pediatras e omissão das escalas dos médicos ficaram mais em evidência. De acordo com a responsável pelo posto, a questão dos pediatras acontece graças à um novo formato, em que os especialistas atendem em apenas um lugar (nesse caso, no Cemar). A ordem seria de que a criança passasse primeiro por um médico generalista no local, para depois, se necessário, ser transferida para o especialista. O método foi questionado pelo parlamentar, que indagou uma possível perda de tempo por causa da logística de atendimento.

“Não se perde tempo? Primeiro passar por um atendimento que não é com um especialista… Particularmente acredito que isso dificulta a vida do usuário”, afirmou.

Já a respeito da escala médica, que não estava ao alcance dos pacientes, o parlamentar fez questão de lembrar que essa medida deve ser adotada em todas as unidades de saúde, como determina a legislação.

O vereador também cobrou a respeito do fechamento da farmácia, que foi imediatamente reaberta após sua intervenção. Outro problema abordado foi a falta de equipamentos adequados para os agentes de saúde. Uma funcionária citou a falta até de balanças para pesar as crianças que recebem a visita dos agentes.

Os dilemas não pareciam ter fim. O parlamentar ainda constatou problemas na estrutura do Adel Nunes, que tinha infiltrações em uma das salas da unidade. Outra reivindicação de uma usuária do posto foi a falta de fraldas de tamanho extra G. A alegação da gerente foi de que mais materiais chegariam em breve.

Fonte: Assessoria de imprensa do vereador Cabo Amintas.

 

  Editoria: