Vereador apoia implementação da lei que obriga psicólogos e assistentes sociais

março 16 06:27 2021 Imprimir Conteúdo

Foi aprovado requerimento em reunião virtual, da Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), sob o comando do presidente Joaquim da Janelinha (PROS); do secretário Binho (PMN); e dos membros, o pastor Diego (PP); professora Ângela Melo (PT); e Savio Neto de Vardo da Lotérica (PSC), na tarde da última segunda-feira, 15, que trata sobre a lei nº 13.935/2019, que prevê inserção de profissionais da Psicologia e Serviço Social nas escolas da rede básica de ensino.

“Também já deixamos agendada reunião com o coordenador do Conselho Regional de Psicologia de Sergipe CRP/SE, e coordenador do GT de psicologia escolar e inclusão, Marcus Paulo Argolo, além dos demais membros, para a próxima segunda-feira, 22”, disse Joaquim que ainda complementou.

“Com a pandemia, percebemos ainda mais a necessidade da presença desses profissionais no âmbito escolar. Na ocasião, nós iremos discutir sobre a importância e o papel do psicólogo escolar dentro da educação básica, quais são as atividades exercidas e, nesse contexto, as dificuldades existentes na escola pública”, pontuou.

Sobre a lei nº 13.935/2019, ela diz que esses profissionais deverão desenvolver ações para a melhoria da qualidade do processo de ensino-aprendizagem, com participação da comunidade escolar, atuando na mediação das relações sociais e institucionais. O trabalho da equipe deverá considerar o projeto político-pedagógico das redes públicas de educação básica e dos seus estabelecimentos de ensino.

Por Monique Costa

  Editoria: