Variações dos preços dos combustíveis são detectadas por pesquisa do Procon

Variações dos preços dos combustíveis são detectadas por pesquisa do Procon
março 12 11:21 2019 Imprimir Conteúdo

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), disponibiliza, nesta terça-feira, 12, a nova pesquisa comparativa dos preços dos combustíveis na capital. Realizada através do Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), a pesquisa tem como objetivo oferecer uma referência de preço ao consumidor, a partir dos valores obtidos dentro da amostra pesquisada.

Para este levantamento, foram visitados 31 estabelecimentos comerciais da cidade de Aracaju e coletados os preços dos seguintes combustíveis: Diesel S- 10, Etanol, Gasolina Aditivada, Gasolina Comum e Gás Natural Veicular – GNV.

Manter os consumidores informados e monitorar o mercado são as principais funções da pesquisa, como afirma o coordenados do Procon Aracaju, Igor Lopes. “Apresentamos o levantamento para deixar o consumidor aracajuano informado sobre o local onde ele encontrará os produtos com valor mais acessível, além de deixá-los ciente sobre o preço médio de mercado. No mesmo sentido, informamos que o órgão continuará realizando os trabalhos de fiscalização para coibir eventuais cobranças abusivas”, declarou.

Com base na análise dos dados coletados, o Procon Aracaju constatou uma variação nos preços praticados pelos postos de combustíveis que oscilam entre R$ 0,439 e R$ 0,059, levando em consideração todos os itens. No caso da gasolina comum, o menor preço detectado foi de R$ 4,22 e o maior preço de R$ 4,479, correspondendo a uma variação de R$ 0,259. Já para o gás natural foi constatado o menor preço de R$ 3,64 e o maior preço de R$ 3,699, correspondendo a uma variação de R$ 0,059.

O coordenador do Procon Aracaju, Igor Lopes, considera as variações em relação ao último levantamento realizado em janeiro deste ano. “Houve um aumento no preço de todos os combustíveis pesquisados. Em meados do mês de fevereiro, a Petrobras anunciou um aumento no preço médio da gasolina, que, consequentemente, atingiu o consumidor final”, avaliou.

As variações e os preços constatados referem-se ao dia em que foram realizados o levantamento, estando, portanto, sujeitos à alteração conforme a data da compra, inclusive, por ocasião de descontos especiais, ofertas e promoções, bem como pelo fato de que postos de uma mesma rede podem praticar preços diferenciados.

Confira a tabela completa.  

  Editoria: