Valmir de Francisquinho e Talysson estão inelegíveis após condenação em processo de abuso de poder

Valmir de Francisquinho e Talysson estão inelegíveis após condenação em processo de abuso de poder
junho 23 12:31 2022

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou nesta quinta-feira (23) o recurso do ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL), e o seu filho, o deputado estadual, Talysson de Valmir (PL) e decidiu pela condenação de pai e filho, no julgamento do processo de abuso de poder econômico. Com o resultado, Valmir de Francisquinho está inelegível para disputar as eleições deste ano.

Por 4 votos a 3, o TSE rejeitou os recursos de Valmir de Francisquinho e do filho Talysson Barbosa Costa (PL), mantendo os dois inelegíveis por oito anos. Com esta decisão, tanto o pai quanto o  filho estão impedidos de disputar as próximas eleições.

Votaram para manter a cassação imposta pelo TRE sergipano os ministros Sérgio Silveira Banhos (relator), Kassio Nunes Marques, Mauro Luiz Campbell Marques e Edson Fachin. Foram favoráveis à absolvição de Valmir e de Talysson os ministros Carlos Bastide Horbach, que divergiu do relator, Alexandre de Morais e Benedito Gonçalves. O desempate do julgamento coube ao presidente do TSE, Edson Fachin.

  Editoria: