Valdevan Noventa diz que crise no turismo é grave

Valdevan Noventa diz que crise no turismo é grave
outubro 01 12:41 2019 Imprimir Conteúdo

 

Valdevan Noventa: “Alguns chegam a falar em crise no turismo e não os repreendo, porque a situação é, de fato, grave”

O deputado federal Valdevan Noventa (PSC-SE) destacou na Câmara Federal as dificuldades enfrentadas pelo turismo sergipano. Segundo ele, num país com as qualidades naturais do Brasil, o turismo é um setor que deve ser tratado com prioridade. “É com consternação que observamos a situação do turismo em Sergipe. Alguns chegam a falar em crise e não os repreendo, porque a situação é, de fato, grave”, disse Valdevan.

O parlamentar detalha que, permanentemente é cobrado pelos empresários do segmento. “Grandes e pequenos empreendedores estão desesperados com a redução do movimento de turistas no estado. Sem falar nos trabalhadores: muitos perderam o emprego, outros veem a parcela variável de sua remuneração reduzida em função da queda do consumo”, explicou.

Indicadores do turismo sergipano apontam para uma crise. Segundo a Associação Brasileira da Indústria Hoteleira em Sergipe, o desempenho dos hotéis e pousadas não é nada satisfatório. A taxa de ocupação média no primeiro semestre de 2019 caiu 12,7% em relação ao ano passado, de 55% para 48%.

“Nem mesmo o mês de junho, que tradicionalmente atrai visitantes em razão das festas juninas, foi capaz de amenizar o problema. Em junho de 2019, a taxa de ocupação ficou em 46%, uma queda de 11,5%”, apontou Valdevan Noventa ao comentar, ainda, que o fraco desempenho ocorreu mesmo com uma redução do preço médio de diárias, que passou de R$ 173 para R$ 164 neste ano.

Aeroporto de Aracaju

Dados apresentados pelo deputado, sobre os números do Aeroporto de Aracaju, corroboram a queda do turismo sergipano. Com efeito, de acordo com a Infraero, o número de passageiros cai de modo expressivo desde há cinco anos. “Entre 2014 e 2018, o número de passageiros caiu 13,5%. Infelizmente a tendência de baixa continua em 2019”, mostrou.

“Não é razoável que um estado que tem os Cânions do Xingó; a beleza da capital Aracaju e suas praias; um estado que tem Pacatuba, com suas dunas, praias e lagoas; um estado como Sergipe não pode ter um turismo deficiente”, disse Valdevan.

Divulgação

Para Valdevan, o que falta ao turismo sergipano é uma divulgação mais estruturada. “Não há segredo. O que falta para fazer deslanchar o turismo no estado é divulgação e estrutura. Se o turista não conhece a Ponta dos Mangues, se não conhece o Xingó, se não conhece a Orla de Atalaia, não viajará a Sergipe”, explicou.

“Quero exortar os gestores de turismo no Brasil, em nível federal, estadual e local a unirem esforços para enfrentar este desafio e criar um novo momento para o turismo sergipano. Recebo bem, portanto, o lançamento do programa Investe Turismo, do Governo Federal, que aplicará R$ 200 milhões em 158 municípios brasileiros e contemplará os municípios de Sergipe”, informou Valdevan Noventa.

Foto assessoria

Por Humberto Júnior

  Editoria: