UNINASSAU realiza campanha por doação de sangue

junho 29 08:41 2020 Imprimir Conteúdo

O estoque do hemocentro sofreu forte queda devido a pandemia

A UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau Aracaju em parceria com o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) está realizando a campanha pela doação de sangue com a finalidade de aumentar o estoque do hemocentro que está abaixo do índice necessário. A ação está sendo realizada através dos cursos de Farmácia, Biomedicina e Enfermagem.

“A campanha foi incentivada em decorrência da Pandemia causada pelo Coronavirus. Sendo uma atividade essencial, o Hemose continua funcionando regularmente, nos dias úteis, das 7h30 às 17h, mas os estoques estão caindo” adverte a coordenadora dos cursos de Farmácia e Biomedicina do Centro Universitário, Alyne Dantas.

Ela informa que de acordo com o Hemose, os estoques caíram e estão limitados com pouco mais de 200 bolsas de sangue dos tipos O, A, B e Ab positivo e negativo disponíveis. “Desde a confirmação do primeiro caso de coronavírus em Sergipe, as doações reduziram em torno de 50%, segundo as estatísticas do hemocentro”, lamenta a farmacêutica.

A professora doutora da UNINASSAU, observa que em períodos normais, sem a interferência de viroses, o hemocentro coleta em média, de 100 a 120 bolsas de sangue por dia. “Com o alerta para o coronavírus, a doação deve ser feita de forma agendada. O sangue coletado passa por análises sorológicas, com o objetivo de verificar a existência de doenças transmissíveis pelo sangue. É analisada a ausência do HIV, responsável pela transmissão da Aids, além daqueles que causam hepatites, doença de Chagas, entre outras”, explica Alyne.

Ela atenta que o sangue é fracionado em plaquetas, hemácias e plasma, sendo liberado para atendimento transfusional de pacientes assistidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), na Rede Hospitalar do Estado de Sergipe.
Os doares devem fazer o agendamento por telefone: (79) 3225-8039 ou (79) 3259-3174. O Hemose também disponibiliza o email ssocial.hemose@fsph.se.gov.br para maiores esclarecimentos.

Alyne conclui ainda que quem desejar doar sangue, deve estar bem de saúde, pesar acima de 50 quilos e ter idade entre os 16 e 69 anos. “As pessoas que apresentarem sintomas de viroses, como gripes e resfriados, não deverão fazer a doação. Esse doador deve aguardar um período entre oito a 10 dias após a finalização dos sintomas gripais, para fazer a doação”, conclui a professora.
Fonte e foto assessoria

  Editoria: