Uma pandemia no caminho

Uma pandemia no caminho
julho 30 07:36 2020 Imprimir Conteúdo

Por Adiberto de Souza *

A reeleição, vista no início do ano como favas contadas, ficou incerta para a maioria dos prefeitos. Com administrações bem avaliadas, eles não esperavam encontrar uma pandemia pelo caminho. Agora, além de lutar contra o avanço da Covid-19, os gestores estão refazendo os projetos eleitorais, pois terão pela frente uma campanha inusitada. Franco atiradores na maioria dos casos, seus adversários vão focar nos erros da saúde pública e, principalmente, nas denúncias de corrupção. Este é o caso do prefeito aracajuano Edvaldo Nogueira (PDT), que antes da pandemia surfava em elevados índices de aprovação. Agora, ele tem que lutar contra o coronavírus, manter o ritmo da administração e explicar que não houve irregularidade na contratação da empresa que montou o hospital de campanha. Este processo, aliás, poderá ser a pedra no caminho da reeleição de Edvaldo. Misericórdia!

Pode liberar geral

Curado da Covid-19, o governador Belivaldo Chagas (PSD) pode afrouxar o isolamento social. Pressionado pelos empresários, ele se reúne hoje com o comitê de Retomada Econômica. A expectativa dos comerciantes é que, mesmo com a pandemia descontrolada, o governo relaxe de vez a quarentena. Técnico da saúde garantem que se isso acontecer será um Deus nos acuda, com os índices de contaminação crescendo de forma assustadora. Só Jesus na causa!

Derrote os processados

Cientes da lerdeza do judiciário, que leva anos e anos para julgá-los, os maus políticos abusam da compra de votos e se elegem pensando unicamente em roubar os recursos públicos. Compete ao cidadão punir os políticos desonestos, derrotando-os nas urnas. Estes crápulas só pretendem se eleger para roubar, protegidos pela armadura do mandato comprado a peso de ouro. Diga não a esta cambada!

Rei do otimismo

O delegado Paulo Márcio (DC) é o mais otimista entre todos os pré-candidato a prefeito de Aracaju. A confiança do distinto é tamanha que, antes mesmo de a campanha começar pra valer, ele já se enxerga no 2º turno. E, se vendo na reta final, Paulo Márcio mandou um recado para o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT): não quer o apoio político do pedetista. Márcio também disse que se, por uma dessas coisas, não passar para o 2º turno, não apoiará Nogueira em hipótese alguma. Então, tá!

Chamou pra briga

E bom a delegada Danielle Garcia (Cidadania) abrir os olhos, pois vem chumbo grosso por aí. Enquanto a moça tenta desgastar a imagem do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT), o prefeiturável Almeida Lima (PRTB) aponta a metralhadora para ela. Entrevistado pelo portal Universo Político, Almeidinha comparou Danielle ao um pacote, embrulhado para ser aberto só depois das eleições: “Ela é um embrulho que representa o engodo, a mentira, a enganação”, fustiga o pré-candidato. Crendeuspai!

Assédio em debate

Assédio sexual é o tema da entrevista que a tenente-coronel Camila Paiva, do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas, concederá à rádio web Águia Dourada. Será às 18h desta quinta-feira, no programa Sergipe em Foco, apresentado pela jornalista Patrícia França, com a participação do advogado Márlio Damasceno. A oficial alagoana tem se destacado por denunciar pelas redes sociais casos de assédio sexual. Prestigie!

Sessão suspensa

Problemas técnicos impediram a Assembleia de realizar, ontem, mais uma sessão remota. Como os deputados não conseguiram se conectar ao sistema do Legislativo, os trabalhos foram transferidos para às 10h30 desta quinta-feira. Entre as matérias da pauta estão dois projetos do Executivo: um extinguindo o Fundo de Terras do Estado de Sergipe e outro criando a Escola de Saúde Pública do Estado de Sergipe. Ah, bom!

Desviando o foco

Pré-candidato a prefeito de Socorro, o deputado federal Fábio Henrique (PDT) anda se queixando das críticas que lhe são feitas por Carlos Ferreira, secretário de Comunicação do município. Segundo o pedetista, ao mandar o auxiliar atacá-lo diariamente, o prefeito Padre Inaldo (Progressista) “tenta desviar o foco do caos da saúde e dos gastos excessivos com empresas que servem para empregar cabos eleitorais”. Marminino!

Lados opostos

Quando o assunto é a Operação Lava Jato, os senadores Alessandro Vieira (Cidadania) e Rogério Carvalho (PT) pensam totalmente diferente. O cidadanista critica a decisão do procurador-geral da República, Augusto Aras, de tornar público os documentos sigilosos da Operação. Já Carvalho questiona por qual motivo os integrantes da Lava Jato estão com tanto medo de abrir a caixa-preta? Segundo o petista, está na hora de o Brasil ficar por dentro de uma organização “que foi criada para cometer crimes”. Vixe!

Nanicos na briga

Embora com poucas chances de chegarem ao pódio, vários partidos nanicos terão candidatos majoritários nas eleições deste ano. Mesmo com quase nenhum tempo no horário da propaganda eleitoral, as siglas pequenas vão expor suas propostas e atacar as ideias dos candidatos tidos como favoritos. Além do mais, os nanicos serão uma opção para os eleitores que não querem anular os votos, mas se recusam em votar nos candidatos dos chamados grandes partidos. O nome disso é democracia.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Cruzada, em 25 de maio de 1924.

* É editor do Portal Destaquenotícia

  Editoria: