Tudo pronto para o ‘Aulão Enem’ na Arena Batistão nos dias 2 e 3

Tudo pronto para o ‘Aulão Enem’ na Arena Batistão nos dias 2 e 3
novembro 01 09:55 2018 Imprimir Conteúdo

Nos dias 2 e 3 de novembro, a Secretaria de Estado da Educação (Seed), por meio do Curso Pré-Universitário da Seed, vinculado ao Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), realizará revisões para os candidatos que farão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As aulas acontecerão na Arena Batistão, das 15h às 20h.

De acordo com a coordenadora do Curso Pré-Universitário, professora Gilvânia Guimarães, a previsão é de que aproximadamente sete mil pessoas participem das aulas e diz que uma grande estrutura foi montada para receber os estudantes.

“A expectativa é sempre muito boa. Estamos finalizando alguns detalhes para que tudo ocorra como esperado. Na parte pedagógica a gente conta com uma equipe especializada no Enem que estará a todo momento tirando dúvidas dos estudantes. Além disso, também teremos um palco com sonorização profissional e três telões de LED que projetarão as imagens de forma centralizada e nas laterais”, relata.

A primeira aula será no dia 2 de novembro, contemplando as áreas do conhecimento: Linguagens e Códigos; Ciências Humanas e suas Tecnologias; e Redação. O segundo dia de revisão será 9 de novembro, cujas aulas serão de Matemática; e Ciências da Natureza e Suas Tecnologias.

Todos os estudantes receberão apostilas e material pedagógico próprio para as revisões, confeccionados pelos professores do Curso Pré-Universitário.

Pulseiras de acesso

Para as revisões finais do Enem em 2018, o Dase está preparando algumas novidades. Um diferencial é que os participantes receberão uma pulseira para ter acesso às revisões. As pulseiras serão entregues a partir da quinta-feira, 1º de novembro, no Dase, que fica na Galeria Farol Center, Farolândia, em Aracaju, ou na Arena Batistão no mesmo dia da revisão, a partir das 13h.

O acesso à Arena Batistão será pela Rua Cedro, entrada para as cadeiras cobertas e as azuis.

O Enem

O Enem 2018 acontecerá nos dias 4 e 11 de novembro, e o Ministério da Educação (MEC) recomenda que os participantes se informem com antecedência sobre os horários, locais de provas e qual documentação levar para evitar contratempos.

Local de prova – Os candidatos devem procurar com antecedência saber o local de prova. Todas as informações necessárias estão disponíveis no cartão de confirmação, que pode ser acessado na página do participante e no aplicativo do Enem 2018. É interessante fazer o trajeto antes do dia do exame, para verificar a distância, o tempo gasto e a melhor forma de chegar ao local de prova, evitando atrasos no dia da aplicação.

Horário – Os portões abrem às 12h e fecham às 13h, pelo horário de Brasília. A prova começa às 13h30. Como o horário de referência é o de Brasília, e domingo, 4, será o primeiro dia do horário de verão, o Inep alerta que os participantes se preparem para a mudança. Todos, onde quer que estejam, devem converter a hora local para o horário de Brasília, já adaptado ao horário de verão. Fique atento aos horários.

Cartão de confirmação – O documento informa número de inscrição, local de prova (com endereço e número da sala), datas e horários do exame e opção de língua estrangeira escolhida, além de atendimentos específicos ou especializados e recursos de acessibilidade, caso tenham sido solicitados e aprovados. É preciso informar o CPF e a senha cadastrada na inscrição. Quem tiver esquecido a senha pode recuperá-la na página do Enem, por meio de um passo a passo elaborado pelo Inep.

Documentação – Nesta edição do Enem, vários documentos podem ser utilizados para identificação, mas só valem os originais, oficiais e com foto, como carteira de identidade, carteira de trabalho e previdência social, certificado de dispensa de incorporação, certificado de reservista, passaporte, carteira nacional de habilitação e identidade funcional. Não será aceito qualquer documento em formato eletrônico.

O que levar – Fique atento aos itens obrigatórios e proibidos no dia das provas. Todos os alunos devem levar, além do documento de identificação, uma caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente. Como a leitura ótica do cartão de respostas só identifica a cor preta, está vetado o uso de canetas de tinta azul ou vermelha, lápis e lapiseira. O ideal é que o estudante leve mais de uma caneta. É aconselhável também portar o cartão de confirmação de inscrição.

É proibido levar qualquer material impresso (livros, apostilas), borracha, caneta de material não transparente, corretivo, dispositivos eletrônicos, fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados e imagens, vídeos e mensagens, óculos escuros, relógio, chapéus, gorros e bonés.

Foto Maria Odilia

Com informações do MEC

Assessoria de Comunicação da SEED

  Editoria: