TCE queima dinheiro

TCE queima dinheiro
setembro 04 08:31 2019 Imprimir Conteúdo

Criado para fiscalizar o bom uso dos recursos públicos, o Tribunal de Contas de Sergipe vive queimado o dinheiro do povo. O último desperdício do TCE foi a contratação, a peso de ouro, da ex-deputada estadual Sílvia Fontes (PDT). Segundo o Sindicato dos Jornalistas, a moça não preenche os requisitos para ser coordenadora adjunta de comunicação. Ora, então por que foi contratada pela bagatela de R$ 16 mil? Dizem as más línguas que a prova de título foi o fato de Sílvia Fontes ser esposa do deputado federal Fábio Henrique (PDT). É revoltante ver um mero órgão técnico torrar recursos públicos para atender interesses políticos, mesmo que isso afronte a legislação. Quando será que vão fiscalizar as ações deste Tribunal Faz de Contas? Aliás, o péssimo exemplo do TCE lembra o ditado popular: “Faça o que digo, não faça o que faço”. Misericórdia!

De hoje não passa

Após vários adiamentos, o Tribunal Regional Eleitoral julga hoje o processo contra o deputado federal Bosco Costa (PR). Ele é acusado de gastar além da conta com locação de veículos durante a última campanha eleitoral. Por uso da máquina pública, o TRE já cassou os mandatos do deputado estadual Talysson de Valmir (PR), do governador Belivaldo Chagas (PSD) e de sua vice Eliane Aquino (PT). Todos alegam inocência e prometem recorrer contra a decisão ao Tribunal Superior Eleitoral. Então, tá!

Mal informado

A imprensa do sudeste nem sempre escreve a verdade quando o tema é Nordeste. Agora mesmo o Estadão informa que o DEM pretende apresentar uma “chapa competitiva” na disputa pela Prefeitura de Aracaju. Diferente do que escreve o jornal paulista, é mais provável que o Democratas repita, no próximo ano, o fracasso de 2016, quando seu maior líder João Alves Filho teve apenas 9,99% dos votos. E na última disputa do governo estadual, o demista Mendonça Prado foi votado por somente 1,24% do eleitorado, ficando na vice-lanterna. Como se vê, o Estadão anda muito mal informado. Vixe!

Corda toda

Livre da proibição de falar sobre a “máfia dos shows”, o vereador aracajuano Cabo Amintas (PTB) manda um recado aos adversários: “Agora que acabou a censura, os corruptos que me aguardem”. Amintas havia sido impedido pela Justiça de fazer discursos na Câmara sobre possíveis irregularidades na contratação de artistas pela Prefeitura de Aracaju. Satisfeito com o fim da censura, o vereador voltou a usar o velho bordão: “Eu só recuo pra tomar impulso”. Marminino!

Pediu penico

O cantor e compositor Paulo Lobo foi obrigado pela Justiça a se desculpar com o senador Rogério Carvalho (PT). Em junho passado, o músico acusou o petista de enriquecimento ilícito, inclusive, de ser o dono do Shopping Prêmio. Como não tinha como provar o que disse contra Carvalho, Paulo Lobo teve que pedir desculpas penhoradamente. Em nota publicada no Facebook, o cantor confessa ter se baseado em fatos inverídicos, “além de assacar palavras injuriosas e desrespeitosas” contra o senador. Aff Maria!

Cheio da grana

O Senado aprovou, ontem, autorização para a Prefeitura de Aracaju fazer um empréstimo de R$ 300 milhões. Segundo o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB), a grana será usada em obras de infraestrutura, construção de 420 casas populares, escolas, praças e revitalização do Porque Augusto Franco. Com essa grana toda no cofre do município, o comunista terá mais facilidade para pavimentar seu o caminho à reeleição em 2020. Crendeuspai!

Muda de mãos

O Grupo cearense Betânia deve assumir a indústria de laticínios Sabe, fechada no início do ano. Segundo o portal JLPolítica, a Betânia deve assumir o controle da fábrica sergipana ainda esta semana. Não há maiores informações sobre a transação, que deve reativar cerca de 300 empregos diretos. A Sabe pertence ao ex-governador Albano Franco (PSDB) e seu filho Ricardo Franco. Ah, bom!

Passo de cágado

Deputados federais insistem que o governo conclua a demorada obra da BR 101, em Sergipe. Ontem, vários deles estiveram no Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte para saber mais sobre a obra. Foram informados que a previsão do governo é librar somente R$ 30 milhões em 2020, montante insuficiente para concluir a duplicação da rodovia. Segundo o DNIT, para a obra ficar pronta serão necessários R$ 318 milhões. Cruzes!

Quase pronto

O Colégio Estadual Atheneu Sergipense está quase pronto para receber os cerca de mil alunos. Ontem, ao visitar a reforma da tradicional escola aracajuana, o governador Belivaldo Chagas (PSD) anunciou o reinício das aulas para outubro próximo. O governo investiu cerca de R$ 10 milhões para dotar o Atheneu de salas de aula com ar refrigerado, moderna biblioteca, novo auditório, laboratórios, refeitório, quadra e arquivo digital. A educação agradece!

Politicagem condenada

E o senador Alessandro Vieira (Cidadania) cobrou isenção política da Caixa Econômica Federal, acusada de negar empréstimo aos governos e prefeituras nordestinas. O parlamentar lamentou que a presidência e as diretorias da CEF sejam ocupadas por pessoas indicadas politicamente. “Vamos continuar cobrando que a Caixa respeite os municípios do Nordeste”, promete Alessandro. Certíssimo!

Recorte de jornal

Publicado no jornal O Maruinsense, em 31 de julho de 1892.

  Editoria: