Tapetão político

Tapetão político
outubro 01 08:10 2019 Imprimir Conteúdo

Um ano após as eleições de 2018, vários mandatos ainda correm o risco de serem cassados no tapetão político. Entre outros, estão na berlinda do Tribunal Regional Eleitoral o governador Belivaldo Chagas (PSD), a vice Eliane Aquino (PT), os deputados estaduais Talysson de Valmir (PR), Diná Almeida (Podemos) e Rodrigo Valadares (PTB), além do federal Bosco Costa (PR). Os três primeiros e Bosco já foram cassados pelo TRE, enquanto Diná está na iminência disso, pois quatro dos sete magistrados daquele Tribunal já votaram pela cassação dela. O mandato de Rodrigo vai a julgamento na próxima sessão do TRE. Embora derrotados aqui em Sergipe, os condenados recorrerão à Brasília. Lá, mesmo não conseguindo reverter as punições, protelarão os julgamentos com recursos e mais recursos, que poderão perdurar até o fim dos mandatos, já considerados ilegítimos pelo Tribunal Regional Eleitoral. Coisa deste Brasilzão do meu Deus!

Cheira a chicana

Ficou para quinta próxima, a apreciação do recurso propondo anular a cassação do governador Belivaldo Chagas (PSD) e da vice Eliane Aquino (PT). A defesa de ambos alega que o presidente do TRE, desembargador José dos Anjos, não deveria ter votado, pois o filho dele atuou como advogado na acusação dos cassados. Há quem jure – a coluna não acredita – que este recurso cheira a chicana, pois como Chagas e Aquino foram condenados por 6 a 1, mesmo que o magistrado deixe de votar num novo júri o placar deverá ser de 5 a 1: uma goleada! A única vantagem da anulação proposta seria ganhar tempo em favor dos acusados. Homem, vôte!

Amigos do rei

Mesmo se dizendo pobre de marré deci, o governo de Sergipe torra anualmente cerca de R$ 4 milhões com gordos jetons pagos a felizes conselheiros. Segundo o deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania), os amigos do rei, nomeados nos conselhos de estatais e autarquias, ganham entre R$ 1,5 mil a R$ 3 mil apenas para aprovar a ata da sessão anterior. E olha que tem apaniguado aboletado em mais de um destes desnecessários conselhos. Misericórdia!

Imprensa sem traço

É grave a crise da imprensa sergipana: o Jornal do Dia acaba de dispensar o excelente chargista Edidelson Silva. Antes, o Correio de Sergipe e o Jornal da Cidade já haviam privado seus leitores dos desenhos caricaturescos de Cyborg e Álvaro. Profissionais de fino traço, os três ajudavam a compreender melhor o texto com suas cômicas charges. Portanto, perdem os leitores. Uma pena!

Cartão vermelho

E quem teve o mandato cassado foi a vereadora de Ilha das Flores, Cely Calumby (SD). O TRE entendeu que ela afrontou a legislação para conseguir parte dos 215 votos necessários à sua eleição. Também estão por um fio os mandatos do prefeito e da vice de Ilha das Flores, Cristiano Cavalcante (PSC) e Eleni Lisboa (PSC), respectivamente. Acusados de abuso do poder econômico na eleição passada, ambos devem sentar no banco dos réus na próxima sessão do TRE. Marminino!

Calote ecológico

Quinze anos após a criação do Parque Nacional da Serra de Itabaiana, o governo federal ainda não pagou às famílias que tiveram suas terras desapropriadas. O Parque foi criado através de Medida Provisória que, segundo as vítimas do ‘devo’ ecológico, já teria perdido a validade, sem que o governo federal tivesse reeditado uma outra MP. O Jornal da Cidade publica, hoje, matéria informando que o Parque de Itabaiana existe “em tese”, enquanto as famílias que ainda estão morando lá continuam prejudicadas. Danôsse!

Entre nós

E o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM) dará com os costados em Aracaju na próxima semana. Vem proferir palestra no Fórum regional das empresas de asseio e conservação, marcado para dia 10, num hotel da Orla de Atalaia. O deputado federal Baleia Rossi (MDB) também será palestrante do mesmo evento, organizado pela Federação Nacional das Empresas Prestadoras de Serviços de Limpeza e Conservação. Então, tá!

Troca de postos

E o procurador-geral da República, Augusto Aras, aquele escolhido a dedo pelo capitão de pijama Jair Bolsonaro (PSL), nomeou o novo procurador federal em Sergipe: é Heitor Alves Soares, que já comandou o Ministério Público Federal no estado. Eunice Dantas encerrou seu ciclo à frente da Procuradoria Federal ontem, na sessão do Tribunal Regional Eleitoral. Ah, bom!

Passado lembrado

O governador carioca Wilson Witzel (PSL) empossou, ontem, André Moura (PSC) como secretário da Casa Civil do Rio. Ao noticiar a posse, o portal G1 lembrou que o sergipano integrou a tropa de choque do ex-deputado federal e hoje presidiário Eduardo Cunha (MDB). Moura Também foi líder no Congresso do governo Michel Temer (MDB). O G1 revela que enquanto prefeito de Pirambu, André “foi denunciado por formação de quadrilha e desvio de recursos públicos – ele ainda responde a esses processos no Supremo Tribunal Federal”. Ulalá!

Haja birita

O consumo de “cana” está acontecendo cada vez mais cedo na vida das pessoas. Pesquisa feita pela Associação Brasileira de Alcoolismo e Outras Drogas revela que o uso do álcool e do tabaco começa em torno de 12 anos de idade, em média. Cerca de 12,5% da população são dependentes de álcool. E o consumo de birita entre as mulheres aumentou 55% nos últimos 10 anos. Hic, hic!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Folha de Sergipe, em 17 de dezembro de 1908.

  Editoria: