Sobral destaca planejamento e eficiência do Estado no enfrentamento à Covid-19

Sobral destaca planejamento e eficiência do Estado no enfrentamento à Covid-19
agosto 19 06:37 2020 Imprimir Conteúdo

O deputado estadual Zezinho Sobral (Pode) utilizou a Tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira, dia 18, para destacar as ações realizadas pelo Governo do Estado no enfrentamento à pandemia do coronavírus. O parlamentar falou da garantia da assistência à população, especialmente na implantação e manutenção dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“O governador Belivaldo Chagas fez um agradecimento ao Ministério da Saúde pelo apoio dado a Sergipe nesta pandemia, no momento crucial quando o estado teve aumento do número de contaminados, da procura por hospitais públicos e privados, enviando respiradores, essenciais para o tratamento daqueles que estão na UTI tratando da Covid. Desde o início da pandemia, o governador assumiu a responsabilidade com o foco em cuidar das pessoas e preparou o estado. Vimos estados da região Norte sofrer com o colapso e a desassistência por não ter leitos de UTI, mas isso não ocorreu em Sergipe e toda rede ficou preparada, nunca ultrapassando os 100% de ocupação”, pontuou Zezinho Sobral.

“Há toda uma complexidade na preparação de um leito de UTI Covid que precisa equipes preparadas, espaço físico, equipamentos adequados e o total gerenciamento. O Governo vem garantindo a assistência daqueles que precisaram e precisam de UTI nesta pandemia. Sergipe vem fazendo o dever de casa e a população esteve assistida durante o pico elevado da doença”, complementou.

No panorama da pandemia do coronavírus no estado, dados do Observatório de Sergipe mostram que o primeiro caso confirmado foi dia 14 de março de 2020, em Aracaju, e os primeiros óbitos foram registrados no dia 02 de abril, também na capital. O número de casos é de 2.958 por 100 mil habitantes e a taxa de letalidade é de 2,5%. A taxa de crescimento nos últimos sete dias é de 0,8% e o tempo médio de duplicação de mortes é de 18,2 dias.

Segundo o Observatório de Sergipe, as análises apontam que, “apesar da melhora em importantes indicadores, a pandemia ainda tem números de novos casos, óbitos e internações. Nas últimas quatro semanas epidemiológicas, observa-se a diminuição expressiva no número de internações médias. A queda se dá principalmente nas enfermarias, onde se chegou, nos últimos dias, a menos de 40% de ocupação geral. Já as taxas de ocupação de UTIs também retraíram e a taxa geral de ocupação oscilou entre 60 e 70% na última semana, já alcançando 58%.

“O número de novos casos e de óbitos, a interiorização e todo processo são acompanhados com todo rigor das equipes técnicas da Secretaria de Estado da Saúde e pelo governador Belivaldo Chagas. A população também tem acesso à informação com transparência diariamente. A eficiência no trato, no panejamento e na execução foram muito bem feitas. O período mais crítico foi ultrapassado. Há uma redução no número de casos de infectados e de óbitos. Há uma queda nas ocupações de UTIs na Rede SUS”, ressaltou Zezinho Sobral.

Ainda na Tribuna, o líder da bancada governista parabenizou todos os profissionais que estão na linha de frente no combate e enfrentamento ao coronavírus em Sergipe, tanto na capital quanto no interior, agradecendo ao empenho diário na assistência ao pacientes. “Somos gratos à equipe gestora da SES, aos médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, de laboratório, de radiologia, logística, transporte, todos! O governo está fazendo a liberação da retomada da economia de forma responsável, consciente e, principalmente, trabalhando para garantir a saude e a assistência à população sergipana. Desejo que a segunda onda da Covid-19 não alcance Sergipe e, caso chegue, seja rápida e decrescente. Com o povo também fazendo a sua parte, evitando aglomerações, usando máscara, saindo de casa só com necessidade, venceremos  a pandemia. Temos que ter coerência e reconhecer o trabalho do Estado que nunca negou atendimento e, desde o início, apresentou efetiva gestão em saúde nesta pandemia”, ressaltou Zezinho Sobral.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: