SINDIJOR lamenta morte da jornalista Yara Maria dos Santos

SINDIJOR lamenta morte da jornalista Yara Maria dos Santos
Maio 30 05:40 2019 Imprimir Conteúdo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Sergipe (SINDIJOR-SE), entidade de classe que representa os Jornalistas e o Jornalismo em Sergipe, lamenta profundamente a morte da jornalista Yara Maria dos Santos, de 38 anos.

A jovem profissional do Jornalismo foi encontrada morta em seu próprio apartamento, localizado no Condomínio Parque Diamante, no Bairro Luzia, em Aracaju, após os colegas de trabalho notarem sua ausência e não conseguirem localizá-la por telefone.

Suspeita-se que a jornalista tenha sofrido uma crise epiléptica e se asfixiado. A filha de Yara, uma criança de pouco mais de dois anos, estava no apartamento ao lado do corpo da mãe, que já estava em estado de putrefação.

Formada em Jornalismo pela UNIT, Yara Maria dos Santos, mais conhecida por Yara Marley, era assessora de imprensa da Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura da Barra dos Coqueiros desde 2013.

Muito querida por todos, Yara tinha uma atuação muita ativa na Secretaria Municipal de Comunicação Social e mantinha uma boa relação com todos os colegas de trabalho.

O SINDIJOR lamenta a morte da profissional da imprensa, se solidariza com os familiares da jornalista, bem como com o secretário Elton Ricarte e os demais integrantes da SECOM. Que todos tenham força e fé para superar este momento de profunda dor.

Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Sergipe

  Editoria: