Sheyla vota contra veto parcial do prefeito a projeto que evitaria superlotação no transporte

fevereiro 17 13:26 2021 Imprimir Conteúdo

A vereadora Sheyla Galba (Cidadania) votou contra o veto parcial ao projeto de lei nº 63/2020, que dispõe sobre medidas de proteção à saúde pública enquanto perdurar a situação de emergência e de calamidade pública, decorrentes do surto do Coronavírus no município de Aracaju, de autoria do vereador Dr. Manuel Marcos. A matéria foi apreciada na Sessão Ordinária desta quarta-feira, 17, na Câmara Municipal.

O parágrafo vetado pelo Executivo é o que determinava que os ônibus do transporte público da Grande Aracaju não circulassem, durante a pandemia, com lotação acima da capacidade, garantindo o distanciamento social. “Votei contra o veto por entender que esta é uma medida necessária de prevenção à Covid-19 nos ônibus. Não podemos apenas ficar no argumento de que sempre ocorreram aglomerações. A Prefeitura de Aracaju precisa tomar medidas para ampliação da frota e para evitar as aglomerações”, afirmou Sheyla Galba.

A vereadora destacou a superlotação que os usuários enfrentaram durante os dias de Carnaval. “Fiquei assustada com os vídeos que recebi dos ônibus lotados. Uma situação inadmissível e causada pela Prefeitura de Aracaju ao permitir, mesmo com a suspensão do ponto facultativo, a redução da frota. Esperamos que da próxima vez seja feito um planejamento e uma programação para garantir um transporte público de qualidade para a população e sem aglomerações”, ressaltou.

Assessoria de Comunicação

  Editoria: