Sete homens e dois destinos

Sete homens e dois destinos
junho 23 08:13 2022

Por Adiberto de Souza *

Para Valmir de Francisquinho (PL) e o filho Talysson Costa (PL) esta quinta-feira pode significar o dia D de derrota ou o dia V de vitória. Ambos estão nas mãos dos sete ministro do Superior Tribunal Eleitoral, que vão julgar os recursos impetrados pelos dois contra suas inelegibilidades por oito anos. Eles foram condenados sob a acusação de abuso do poder econômico em 2018. Caso percam, Valmir e Talysson ficarão de fora da campanha eleitoral que se avizinha. Ocorrendo o contrário, a vitória de Francisquinho, particularmente, significará o divisor de água das eleições deste ano, pois catapulta o nome dele junto ao eleitorado, tornando-o um adversário duríssimo na disputa pelo governo de Sergipe. Contra pai e filho já há o voto do relator Sérgio Silveira Banhos, mas outros seis ministros ainda vão se manifestar sobre os recursos em pauta. Basta que quatro deles votem contra a condenação imposta pelo TRE para Valmir pular a mais alta e encandeceste fogueira de sua vida política. Aguardemos, portanto!

Prisão esperada

O senador Alessandro Vieira (PSDB) disse que já era aguardada a prisão do ex-ministro da Educação, pastor Milton Ribeiro. O reverendo foi detido por suspeita de operar um balcão de negócios no Ministério. Segundo o tucano, não se pode tratar como novo normal a prática de crimes, como os que estão sendo atribuídos ao ex-ministro e a dois pastores ligadíssimos ao presidente Jair Bolsonaro (PL). Vieira foi um dos senadores que, na época das denúncias de irregularidades no MEC, representaram Milton Ribeiro na Procuradoria Geral da República por improbidade administrativa. Aff Maria!

Abaixo o preconceito

A Câmara Municipal de Aracaju realizará, segunda-feira próxima, uma sessão especial em homenagem ao Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+. A iniciativa do vereador Professor Bittencourt (PDT) visa celebrar a diversidade e saudar toda a comunidade LGBTQIA+ pelo dia 28 de junho, além de reafirmar a luta em favor do respeito e contra toda forma de violência LGBTfóbica. A sessão legislativa contará com a participação de autoridades locais e será transmitida através do Youtube da Câmara Municipal de Aracaju (www.youtube.com/camaradearacaju). Prestigie!

Câmeras da discórdia

Parte dos policiais está olhando atravessado para o deputado estadual Iran Barbosa (Psol). Tudo porque a Assembleia aprovou uma Indicação do psolista propondo ao governo estadual a implantação da “câmera corporal” em todos os policiais civis ou militares. Segundo o deputado, desde que o equipamento começou a ser usado pela Polícia Militar de São Paulo ouve uma redução de 87% nas ocorrências de confronto. O sargento Vieira, por exemplo, questionou Iran Barbosa por que ele também não propõe colocar câmeras corporais nos professores da rede estadual? Misericórdia!

Arraiá do Povo

O governador Belivaldo Chagas (PSD) prestigiou, ontem, a abertura oficial do Arraiá do Povo, na Orla da Atalaia, em Aracaju. O retorno do evento aconteceu após uma pausa de dois anos, devido à pandemia da Covid-19. O animado forrobodó faz parte do Encontro Nordestino de Cultura, promovido pela Fundação de Cultura e Arte Aperipê. “Foram anos difíceis, mas estamos superando e, agora em 2022, retomamos esta festa tão importante para Sergipe”, afirma Belivaldo. Então, tá!

Seis por meia dúzia

Tem muita gente achando que o forte desgaste da classe política vai ser responsável por uma renovação sem igual do Senado e na Câmara Federal. Não será bem assim. Estudos mostram que agora em 2022 as duas Casas serão renovadas em índices bem menores do que nas últimas cinco eleições, quando a média ficou em 45%. Portanto, para mudar o Congresso de verdade é fundamental não apenas votar contra os fichas-suja, mas fazer campanha em favor de candidatos com passado limpo e comprometidos com as causas sociais. Do contrário, o povo vai trocar seis por meia dúzia e continuar chorando o leite derramado. Danôsse!

Sabia de tudo

E o senador Rogério Carvalho (PT) jura de pés juntos que o presidente Jair Bolsonaro (PL) “sabia de tudo” que acontecia no Ministério da Educação, sob o comando do pastor Milton Ribeiro, preso ontem pela Polícia Federal. O petista, que é pré-candidato a governador de Sergipe, estranhou a mudança repentina de posição de Bolsonaro, que antes prometia colocar a cara no fogo pela inocência do reverendo, mas logo após a prisão afirmou que “se a PF prendeu, é porque tem um motivo”. Home vôte!

Ariando a fivela

A classe política de A a Z vai “bater ponto”, hoje à noite, na abertura do Forró-Caju, considerado o maior evento junino de Sergipe. Além de ariar a fivela entre um xote e outro, os pré-candidatos a cargos eletivos aproveitarão a festança para avaliar a aceitação de seus nomes junto aos brincantes. Desde o começo deste mês, que os políticos batem pernas no estado à procura de um forrobodó, pois onde tem concentração de gente é importante marcar presença, exibir simpatia e, naturalmente, pedir uns votinhos que ninguém é de ferro. Marminino!

Promessas vazias

Os pré-candidatos começam a alinhavar os discursos com os quais pretendem ganhar a simpatia e os votos dos eleitores. Os mais afoitos já começaram a fazer promessas vazias por aí. Alguns postulantes a mandatos parlamentares têm dito que, se eleitos, vão acabar com a violência, resolver os problemas da seca, reduzir o desemprego, etcétera e tal. São as primeiras de um turbilhão de palavras lançadas ao vento para engabelar os incautos.  Ao eleitor cabe rechaçá-las e negar o voto aos demagogos e fichas sujas. Portanto, nas eleições de 2022 diga não aos fazedores de promessas vãs. Só Jesus na causa!

Movimento parado

Nunca a frase “o movimento está parado”, cunhada pelo saudoso empresário Josias Passos para explicar a queda das vendas, esteve tão atual quanto agora. Por conta da grave crise econômica que assola o país, o comércio sergipano tem registrado movimento fraquíssimo. Comerciante em Aracaju por mais de seis décadas, seu Josias morreu em outubro de 2014, aos 101 anos: “As Casas JG vendiam miudezas, ferragens, produtos de armarinho, armas, munição e até explosivos”, gostava de dizer, orgulhoso, o bem sucedido empresário, nascido no Saco da Ribeira, atual Ribeirópolis. Vamos torcer que a roda da economia volte a girar o quanto antes. Crendeuspai!

De olho em Brasília

O ex-deputado estadual Robson Viana (PT) é um dos principais interessados que o Tribunal Superior Eleitoral mantenha a cassação e a inelegibilidade do deputado Talysson de Valmir (PL). Na condição de primeiro suplente da coligação governista que disputou as eleições em 2018, Robson espera “herdar” o mandato do itabaianense se for mantida a decisão do TRE contra o político liberal. Viana teve pouco mais de 20 mil votos e garante que, caso se confirme a anulação da votação de Talysson, ele será ungido deputado. Ah, bom!

Recorte de jornal

 

 

 

 

 

Publicado no jornal aracajuano O Nordeste, em 30 de outubro de 1960.

É editor do Portal Destaquenotícias

  Editoria: