Sergipe já tem sete pré-candidatos ao governo

Sergipe já tem sete pré-candidatos ao governo
maio 03 07:42 2022

Por Adiberto de Souza *

Fossem hoje, as eleições para o governo de Sergipe seriam disputadas por sete pré-candidatos: Rogério Carvalho (PT), Fábio Mitidieri (PSD), Antônio Cláudio Neves (DC), Alessandro Vieira (PSDB), Elinos Sabino (PSTU), João Fontes (PTB) e Valmir de Francisquinho (PL). É quase certo que o petista e o pessedista tentem polarizar a campanha, porém o tucano, o petebista e o liberal devem ocupar espaços nessa briga. Como franco atiradores, o pré-candidato cristão e o do PSTU vão girar a metralhadora na direção dos demais concorrentes. O resultado dessa pendenga política será benéfico para o eleitor, que aproveitará os debates visando definir qual o melhor nome para governar Sergipe. Tomara que os sete pré-candidatos ocupem o tempo da propaganda eleitoral com propostas concretas e voltadas para o desenvolvimento de Sergipe, deixando de lado a troca de acusações e propagação de fake news. Quem optar pela baixaria será punido nas urnas, pois os sergipanos não toleram galos de briga. Misericórdia!

Bem na fita

Sergipe terá participação fundamental no crescimento da produção de petróleo no Brasil. Segundo Heloisa Borges, diretora de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), até o fim desta década, a produção de petróleo deverá atingir a casa dos 5 milhões de barris diários, com a maior parte do crescimento da extração vindo do pré-sal da Bacia de Santos e do pós-sal da Bacia Sergipe-Alagoas. Supimpa!

Lero lero político

A partir de hoje, quatro partidos exibem programas em rede nacional de rádio e televisão. É o que prevê o calendário da propaganda partidária do primeiro semestre deste ano. Vão usar a mídia nesta semana o PSDB, o PP, o União Brasil e o Novo. As inserções duram 30 segundos cada uma e vão ocorrer na terça-feira, na quinta-feira, no sábado e no domingo, das 19h30 às 22h30. O objetivo da propaganda partidária é divulgar a ideologia, programas, projetos, propostas e as mensagens dos partidos políticos, bem como incentivar a filiação partidária. Então, tá!

Ausências notadas

Algumas ausências foram notadas no anúncio da pré-candidatura de Valmir de Francisquinho (PL) ao governo de Sergipe. Por que o presidente estadual do PL, Edvan Amorim, não apareceu? Por que será que a vereadora aracajuana Emília Corrêa (Patriota), tida como possível candidata a vice na chapa de Valmir, não deu as caras na festa? Também chamou a atenção no evento o entusiasmo do ex-deputado federal Valdevan Noventa (PL), cassado por compra de votos nas eleições de 2018. Não ficou claro porque Valmir deixou de anunciar a pré-candidatura ao Senado do médico Eduardo Amorim (PL). Marminino!

Parto difícil

Ganha uma mariola de goiaba quem acertar o dia em que a direção nacional do MDB dirá com quem ficará o partido em Sergipe. A demora para se tomar essa decisão tem deixado alguns emedebistas com os nervos à flor da pele. E não é pra menos, pois o futuro político de muitos deles depende do rumo a ser dado à legenda. Se for entregue ao grupo de Jackson Barreto, o MDB deverá permanecer no bloco governista, mas se cair nas mãos do pré-candidato a governador Rogério Carvalho (PT) vira oposição na hora. Dizem por aí que, pelo andar da carruagem, é mais provável que a tradicional sigla seja entregue ao petista. Ah. bom!

Abaixo a violência

Pesquisa revela que 98% da população conhecem a Lei Maria da Penha e que para 86% dos entrevistados, as mulheres passaram a denunciar mais os maus-tratos depois da existência da lei. Feito pela Data Popular, o estudo mostra ainda que sete em cada 10 consultados acreditam que a mulher sofre mais violência dentro de casa do que em espaços públicos. Outros 50% acham que a mulher se sente mais insegura em casa do que fora. Só Jesus na causa!

Chapa discutida

Os governistas se reuniram ontem para discutir a formação da chapa majoritária encabeçada pelo deputado federal Fábio Mitidieri (PSD). Não se tratou sobre nomes para disputar o Senado e a vice, mas discutiu-se a hipótese de fechar a chapa até o final deste mês. Estão de olho na cadeira da senadora Maria do Carmo (PP), o ex-governador Jackson Barreto (MDB) e o deputado federal Laércio Oliveira (PP). O ex-deputado federal André Moura (UB) também queria participar da disputa, mas está inelegível por ter sido condenado em última instância sob a acusação de peculato e desvio de recursos públicos. Crendeuspai!

Fake news preocupam

O pré-candidato a senador pelo PL, Eduardo Amorim, avalia que estão enganados todos aqueles que propagam a possibilidade dele e do pré-candidato governador Valmir de Francisquinho desistirem da disputa eleitoral de outubro próximo. “Eu estou muito decidido, é pra valer! Quanto a Valmir também não creio que desista, ele está determinado. Nunca vi tanto fake news numa pré-campanha”, reclamou. Esta informação é do blog Primeira Mão.

Reta final

Termina amanhã o prazo para o alistamento de eleitores e a realização de alterações no cadastro eleitoral. O cidadão e cidadão têm até este dia 4 para atualizar endereço, incluir o nome social no título e mudar de zona ou seção eleitoral, entre outros. Quem não se apressar, ficará impedido de votar nas Eleições Gerais de 2022, previstas para o dia 2 de outubro. O alto fluxo de demandas registrado ontem, sobrecarregou os sistemas da Justiça Eleitoral, como o Título Net, tendo sido registradas algumas instabilidades momentâneas. Aff Maria!

Cachaça pesada

E quem deu com os costados na delegacia de Cristinápolis foi o vereador “Champinha do Bairro” (PDT). Segundo os policiais militares, ao ser questionado sobre as películas escuras nos vidros do carro, o parlamentar demonstrou sinais de embriaguez. Convidado a fazer o teste do bafômetro, “Champinha” se recusou e ainda tentou reagir à voz de prisão, obrigado os policiais a algemá-lo para conduzi-lo à delegacia. Os PMs encontraram no carro do pedetista sete caixas de cerveja “litrinho”. Pelo visto, a farra teria prosseguido, não fosse a intervenção policial. Home vôte!

Recorte de jornal

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 30 de novembro de 1926.

É editor do Portal Destaquenotícias

  Editoria: