Senadora Maria do Carmo propõe instituição do Diploma Cecília Meireles 

Senadora Maria do Carmo propõe instituição do Diploma Cecília Meireles 
agosto 07 05:11 2020 Imprimir Conteúdo

”A poesia tenha uma função pedagógica, ao educar nossos sentidos”. Assim a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) iniciou a justificativa do seu Projeto de Resolução do Senado (PRS), protocolado hoje (06) instituindo, no âmbito do Senado Federal, o Diploma Cecília Meireles, destinado a agraciar educadoras e educadores que se destaquem nos ensinos infantil, fundamental e médio.

Segundo ela, o nome de Cecília Meireles para intitular o Diploma visa reconhecer e estimular as ações de destaque dos educadores e das educadoras, considerando que a escritora é figura ”singular do nosso Modernismo, apresentando fortes vínculos com a poesia simbolista e outras tendências anteriores, mas impondo a esse conjunto de influências uma nota inegavelmente pessoal e surpreendente”, disse, ressaltando que a apresentação do PRS ocorre justamente no dia em que se comemora o Dia Nacional dos Profissionais da Educação.

Maria observou que no vasto conjunto das escolas de ensino infantil, fundamental e médio do País, nas cidades grandes e pequenas, no interior próximo ou longínquo, veem-se homens e mulheres que se dedicam ao ensino com bravura. ”Comumente enfrentam problemas de falta de infraestrutura e de outras condições adequadas, contam com escassos recursos para inovar, além de receberem, em regra, salários bem pouco estimulantes”, reconheceu a senadora.

Ela fez questão de destacar que ”não obstante tudo isso, nossos heroicos professores e professoras, assim como educadoras e educadores que não atuam necessariamente nas salas de aula, empenham-se em buscar meios criativos para contornar ou superar as adversidades e fazer com que a chama transformadora da educação chegue, de fato, às nossas crianças e jovens”.

Maria do Carmo lembrou que Cecília Meireles, “em momento de revelação lírica” disse que ‘a vida só é possível/ reinventada’, vemos que essa exigência se impõe de modo incontestável no campo da educação brasileira”.

A PROPOSTA

Pela proposta, caberá aos senadores indicar concorrentes ao Diploma justificando, circunstanciadamente, os méritos do candidato. Serão escolhidos cinco educadores, a cada ano, cabendo ao Senado Federal fazer a entrega da honraria em sessão, especialmente, convocada para esse fim.

Para proceder à apreciação dos nomes dos concorrentes será constituído o Conselho do Diploma Cecília Meireles, composto por um senador ou senadora de cada partido político com representação no Senado Federal.  A composição será renovada a cada dois anos, entre os meses de fevereiro e março da primeira e da terceira sessões legislativas ordinárias, permitida a recondução de seus membros.

Maria adiantou que a premiação acontecerá, preferencialmente, no mês de outubro de cada ano, com todas as despesas custeadas por conta da dotação orçamentária do Senado Federal.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: