Senadora aponta preocupação com o alto índice de violência contra mulheres

Senadora aponta preocupação com o alto índice de violência contra mulheres
novembro 26 13:51 2018 Imprimir Conteúdo

 

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) destacou, hoje (26), que o 25 de novembro, considerado Dia internacional para a eliminação da violência contra as mulheres, como uma data para refletir sobre as várias formas de violência imputadas, especialmente, à mulher. “Infelizmente, temos vivido tempos de intolerância. As pessoas têm desprezado o valor da vida e fazem ataques físicos e psicológicos sem qualquer pudor. Isso é muito sério e precisamos nos reposicionar diante desse quadro de desrespeito à própria vida”, afirmou a senadora.

Para Maria do Carmo, a sociedade não pode tolerar ou aceitar como algo normal as investidas contra as mulheres. “Essa é uma inquietação de cada um de nós cidadãos, independente de gênero, cor, condição social ou credo religioso”, disse a senadora, observando a responsabilidade que os pais têm na educação dos filhos, ainda, quando crianças. “Já na primeira infância, no processo de formação de caráter e personalidade, questões como princípios e valores éticos e morais já devem ser trabalhadas, pois essas crianças irão crescer e se tornarão homens e mulheres convivendo em sociedade”, salientou Maria.

No entender da senadora, é imprescindível porfim à cultura do silêncio e da vergonha. “Temos que encorajar essas vítimas a denunciarem toda sorte de agressão verba, física ou psicológica. Também devemos continuar cobrandoque o Estado aparelhe as estruturas, como as delegacias especializadas, capacitando os seus servidores e implementando mecanismos que amplie e torne mais eficiente esse atendimento, de modo que essas mulheres se sintam acolhidas e os seus algozes punidos com o rigor da lei”, defendeu Maria do Carmo.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: