Semana de atenção à doença Falciforme poderá ser criada em Sergipe

Semana de atenção à doença Falciforme poderá ser criada em Sergipe
outubro 01 06:19 2020 Imprimir Conteúdo

O Projeto de Lei Ordinária nº 219/2019, de autoria da deputada estadual Kitty Lima (Cidadania) foi aprovado, por maioria, pelos deputados estaduais durante sessão mista na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), na manhã desta quarta-feira, dia 30. A propositura que será encaminha para sanção governamental propõe que seja instituído a “Semana Estadual de Conscientização e Atenção à doença Falciforme”.

De acordo com a propositura, as ações em alusão a devem ser voltadas a dar visibilidade e atenção à doença falciforme na sociedade, com o objetivo de conscientizar a população acerca dos seus agravos. A iniciativa deve ser realizada anualmente, na semana do dia 19 de junho, fazendo-se menção ao Dia Mundial da Doença Falciforme.

Durante campanha ações como conscientização das medidas a serem adotadas pelas pessoas com traço ou com a doença; confecção e distribuição de cartazes, panfletos e folders e informativos sobre os agravos da doença falciforme, bem como palestras, simpósios e campanhas na mídia.

“O diagnóstico precoce, na primeira semana de vida, realizado pelos Serviços de Referência em Triagem Neonatal nos estados da Federação, é essencial para a identificação, quantificação e acompanhamento dos casos.  Os portadores de anemia falciforme precisam de acompanhamento médico constante. Quanto mais cedo começar, melhor será o prognóstico. Apesar de não específico, em algumas situações, ele pode ser indicado para diminuir as crises dolorosas (hidroxiureia), isquemias cerebrais de repetição (terapia de transfusão regular), terapia da quelação de ferro para aqueles que recebem transfusões com frequência e acumulam ferro no organismo e, mais raramente, a troca de hemáceas (eritracitaferese)”, justificou a deputada Kitty Lima.

Por Kelly Monique Oliveira

Foto: Pixabay

  Editoria: