Segurança Pública contabiliza 105 prisões e recupera 49% dos veículos roubados em Sergipe

Segurança Pública contabiliza 105 prisões e recupera 49% dos veículos roubados em Sergipe
janeiro 08 11:20 2021 Imprimir Conteúdo

Como resultado das operações deflagradas pela Divisão de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV) da Polícia Civil, da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Guarda Municipal, foram feitas 105 prisões de suspeitos de roubo e furto de veículos em Sergipe durante o ano passado. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) verificou que houve um índice de 49% na recuperação dos veículos subtraídos em todo o estado no ano de 2020. As ações da DRFV e da Polícia Militar também contaram com a identificação de veículos e de suspeitos através das perícias da Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp).

De acordo com o levantamento feito pela SSP, das 105 prisões, 88 foram decorrentes das ações e operações policiais deflagradas pela unidade especializada. Em conjunto entre a unidade e as demais forças de segurança, foram 17. As detenções, que ocorreram durante todo o ano de 2020, são referentes aos autos de prisão em flagrante e também ao cumprimento de mandados de prisão, expedidos pelo Poder Judiciário, a partir dos procedimentos investigativos conduzidos pela Polícia Civil.

No tocante à recuperação de veículos em Sergipe, o índice foi de 49% dos bens subtraídos localizados nas ações policiais. Ainda conforme os dados da SSP, dos 775 carros levados em investidas criminosas, 569 foram recuperados. Ao todo, considerando todos os tipos de veículos, como automóveis, motocicletas e outros, foram 3.312 itens subtraídos, dos quais já foram localizados 1.632. Na Grande Aracaju, a recuperação desses bens atingiu a marca de 59% dos veículos encontrados nas ações policiais.

O delegado Kássio Viana destacou que apesar da pandemia as ações policiais continuaram em andamento, resultando nas prisões e recuperações de veículos. “Esse ano foi muito difícil, pois passamos por um processo de pandemia que atrapalhou nosso trabalho, mas não deixamos de atuar um dia sequer por se tratar de serviço essencial. Se analisarmos a recuperação de veículos como um todo, Sergipe teve 49% de recuperação, sendo 3% mais do que no ano anterior, 2019”, evidenciou.

Em paralelo ao trabalho da Polícia Civil, está a atuação da Polícia Militar. O coronel José Moura Neto, comandante do policiamento militar da capital, salientou que as ações policiais integradas entre as forças de segurança pública no combate aos diversos crimes impactam diretamente na redução dos roubos e furtos de veículos, já que os carros e motocicletas são utilizados em investidas criminosas contra a sociedade.

“Temos que levar em consideração que, quando há o roubo de um veículo, há a subtração de um patrimônio valioso. Diante disso, fizemos ações para coibir e prender os autores desses crimes. Muitas vezes esses veículos são utilizados em roubos e tentamos coibir essas ações de furtos e roubos de carros e motocicletas. Temos combatido esse tipo de delito com apoio de diversas unidades da segurança pública. É um trabalho em conjunto que tem surtido efeito”, salientou.

A redução da incidência dos roubos e furtos de veículos teve a participação fundamental do planejamento estratégico de reforço das equipes e rápida comunicação dos casos a todas as unidades policiais, assim como informou o coronel. “São reduções significativas. É um trabalho incessante da segurança pública e temos tido muito sucesso nessa parceria. Nós ampliamos a atuação do Grupamento Especial Tático de Motos (Getam) com o Batalhão de Radiopatrulha (BPRp) e as unidades de área. Assim que ocorre a  notificação é feita uma chamada geral. Então caso aquele veículo cruze alguma nossa viatura, o flagrante é efetuado com sucesso”, mencionou.

No combate aos roubos e furtos de veículos, estão os pedidos de decisões judiciais ao Poder Judiciário para continuidade de investigações e a conclusão de procedimentos investigativos, remetidos à Justiça, conforme citou Kassio Viana. “Nosso trabalho na DRFV encaminhou 301 inquéritos policiais para a Justiça, fizemos 181 representações, como buscas e apreensões e prisões preventivas e temporárias. Apesar das dificuldades, da pandemia, nós tivemos uma redução significativa nos roubos e furtos de veículos, estabilizamos as ocorrências, mas trabalhamos para dirimir esse número a cada ano”, pontuou.

Fonte e foto SSP

  Editoria: