Seduc, Undime e Fames dialogam sobre a realização da maior premiação da escola pública

maio 26 07:31 2022

 

Prêmio Escola Destaque será realizado no dia 21 de junho

O secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, recebeu em seu gabinete na manhã desta quarta-feira, 25, representantes da União Nacional dos Dirigentes de Educação Municipal (Undime – Sergipe) e da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames) para discutirem os termos da portaria que será lançada, definindo como será realizado o Prêmio Escola Destaque. A premiação será realizada no dia 21 de junho, às 16h, no Teatro Tobias Barreto, em Aracaju, e será destinada às escolas públicas que tenham obtido os melhores resultados no 2º ano do ensino fundamental avaliados pelo Sistema de Avaliação de Educação Básica de Sergipe (Saese). O prêmio está atrelado à Lei Estadual nº 8.597, o mesmo que instituiu o Programa Alfabetizar pra Valer, que estabelece as bases do Pacto Sergipano pela Alfabetização na Idade Certa.

De acordo com a portaria, que ainda será lançada, haverá a premiação das 30 escolas mais bem avaliadas pelo Saese, nas turmas do 2º ano do ensino fundamental, no valor de R$ 40 mil para cada uma. Além disso, a Seduc também destinará uma contribuição financeira em R$ 10 mil às 30 escolas que obtiverem os resultados mais desafiadores na avaliação estadual, também nas turmas do 2º ano do ensino fundamental. Essas unidades de ensino receberão também o apoio técnico e pedagógico das escolas que obtiveram os melhores resultados, por meio de um intercâmbio de informações e experiências. Os repasses da premiação estão previstos para acontecer em duas parcelas.

Durante a reunião foram discutidos os principais pontos da portaria, como os prazos para a aplicação dos recursos, prestação de contas pelas escolas, entre outros. “Nossa ideia é que, com essa premiação em dinheiro, as nossas escolas possam aplicar esses recursos em mais outras melhorias, além de terem o reconhecimento público dos seus avanços nos resultados do Sistema de Avaliação de Educação Básica de Sergipe”, explicou Josué Modesto.

A presidente da Undime, Quitéria Barros, destacou que a premiação será de grande importância para as escolas que forem contempladas. “Essa é uma das inovações da Seduc dentro do regime de colaboração com os municípios. É uma política que reconhece o esforço da escola que tem um bom desempenho, mas não desconsidera aquela de baixo desempenho e que precisa ser apoiada. Esse é um modelo que deu certo no estado do Ceará e que, certamente, vai dar certo em Sergipe. É uma visão que o professor Josué Modesto tem de sistema público de ensino; de entender que os municípios precisam ser contemplados nas políticas da Seduc. O Estado só vai crescer se nós compreendermos que estamos todos juntos e que precisamos lutar juntos por essa melhoria”, disse.

O coordenador técnico da Fames, Jorge Teles, também expressou sua opinião: “Esse é um prêmio importante para toda a educação do estado, na medida em que ele vai colocar em evidência os casos de sucesso, quem está conseguindo desenvolver um bom trabalho na alfabetização dos seus alunos. Vai permitir a colaboração entre as melhores escolas e as que estão mais mal avaliadas naquele momento, e o intercâmbio de informação para que a fórmula de sucesso que uma escola conseguiu desenvolver possa servir de base para a outra. Tenho certeza de que, além da premiação generosa que vai permitir o desenvolvimento de algumas ações no ambiente escolar, esse intercâmbio de conhecimento entre as escolas vai proporcionar um avanço significativo na educação do nosso estado”, declarou.

Estiveram presentes à reunião, também, a diretora da Assessoria de Colaboração e Assistência aos Municípios (Ascam), Andrea Lima Dantas, e a diretora da Coordenadoria de Estudos e Avaliação Educacional (Ceave), Joniely Cruz, além do secretário executivo da Undime, Arinaldo Neto e assessores técnicos da Seduc.

Assessoria de Comunicação da SEDUC

  Editoria: