Seduc e Banese oficializam parceria para otimizar contas correntes vinculadas a projetos escolares

Seduc e Banese oficializam parceria para otimizar contas correntes vinculadas a projetos escolares
maio 10 16:29 2022

 

O secretário Josué Modesto dos Passos Subrinho recebeu em seu gabinete, na tarde desta segunda-feira, 9, os representantes do Banese, o diretor de crédito e serviços, Ademário Alves; e a agente de relações com o Governo, Taís Rios. O encontro objetivou a assinatura do Termo de Cooperação Mútua para abertura, manutenção e movimentação de contas correntes vinculadas, destinadas a abrigar o repasse de recursos financeiros a órgãos e entidades executoras de programas e projetos educacionais a cargo da Seduc.

Um exemplo é o Programa de Transferência de Recursos Financeiros Diretamente às Escolas Públicas Estaduais (Profin), carro-chefe das benfeitorias realizadas pelas equipes diretivas das unidades de ensino de Sergipe, fomentando a autonomia da gestão democrática com vistas à execução descentralizada mediante a adoção de medidas permanentes que elevem o desempenho dos processos de planejamento, gestão e controle da assistência financeira estadual.

Para o secretário Josué Modesto, o Profin configura-se em um dos mais importantes programas da educação pública estadual. “O Profin proporciona a liberdade e autonomia para a aplicabilidade dos recursos nas escolas. Atualmente o programa viabiliza diversas ações que permitem o efetivo funcionamento das atividades educacionais, a exemplo da aquisição de material permanente, distribuição de kits de material escolar e merenda, manutenção de instalações, compra de equipamentos, investimentos em projetos, e agora o fornecimento gratuito do uniforme, um item de extrema relevância para nossas escolas, para identificar o nosso aluno; ações que para nós são vistas como uma abordagem prioritária da equidade da educação”, disse.

Em 2020 e 2021, o Profin beneficiou mais de 320 escolas estaduais com um montante de R$ 111.262.379,00, já tendo repassado nos quatro meses de 2022 mais de R$ 10.000.000,00. Com o termo de cooperação, o Banese garantirá maior fluidez nas transações financeiras com as unidades executoras das escolas e disponibilizará uma oferta de serviços bancários como a utilização do Internet Banking, PIX, extratos financeiros gratuitos, entre outros, que facilitará a execução dos recursos bem como seu monitoramento.

O diretor de crédito e serviços do Banese, Ademário Alves, explica que o termo consiste na modernização tecnológica da relação do Banese com as unidades de ensino. “Isso possibilitará um atendimento mais célere e segura, tanto para o banco quanto para as partes que recebem esses recursos. Dessa forma, vamos diminuir as burocracias para possibilitar que as escolas possam fazer as transações em um portal mais usual e prático em um ambiente mais seguro também para evitar eventuais problemas operacionais”.

Também estiveram presentes Eliane Passos, diretora do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional; Paulo Cesar Gonçalves Santos, diretor de Administração e Finanças (DAF); Aristóteles Oliveira, diretor de planejamento da Assessoria de Planejamento da Seduc; e Taís Rios, agente de relações com o Governo (Banese).

Assessoria de Comunicação da SEDUC

  Editoria: