Secretária Waneska Barboza apresenta relatório quadrimestral na CMA

Secretária Waneska Barboza apresenta relatório quadrimestral na CMA
março 13 13:58 2019 Imprimir Conteúdo

 

A secretária municipal da Saúde, Waneska Barbosa, apresentou o resultado do Relatório do 3º Quadrimestre de 2018 para os vereadores. A explanação ocorreu nesta quarta-feira, 13, por meio de Audiência Pública na Câmara Municipal de Aracaju (CMA). Durante a apresentação, Waneska Barboza mostrou os indicadores de pactuação interfederativa que correspondem a 2018, mostrando dados de morbidade e mortalidade, ressaltando a oferta e a produção de serviços e sobre a fonte dos recursos aplicados.

Dentre os principais índices apresentados está o aumento da proporção de partos normais no SUS e na saúde suplementar, além do aumento da mortalidade infantil. “Superamos a meta de parto normal não só no SUS, mas também na iniciativa privada e isso já é um avanço. Só precisamos melhorar a taxa de mortalidade infantil, que a meta é 15,2% e nós atingimos 18.1%. Estamos no 14º lugar no Brasil na taxa de mortalidade infantil e nosso objetivo é reduzir essa taxa”, disse a secretária.

Sobre os serviços ofertados à população, a secretária apresentou a implantação do Prontuário Eletrônico em 20 Unidades de Saúde até dezembro de 2018. “Com o prontuário eletrônico, conseguimos aumentar o registro de informações das ações e dos atendimentos dentro das Unidades. Antes era feito o atendimento individual realizado por médico e com a implantação do prontuário, em julho de 2018 até dezembro, conseguimos aumentar o registro e o aumento do atendimento nas unidades. Também fizemos uma oficina de acolhimento para recepcionistas contratados por processo seletivo visando melhorar a humanização e o acolhimento aos usuários que entram nas unidades”, explicou Waneska.

Outros destaques da apresentação foi a Construção da UBS do bairro 17 de Março e as reforma e ampliações de 9 Unidades de Saúde e 5 revitalizações de outras unidades. A captação de recursos para a construção de 6 polos da Academia da Cidade e para implantação de 8 equipes do programa “Melhor em Casa” também foi frisada pela secretária. “O programa ‘Melhor em Casa’ beneficia pacientes que podem ter alta, mas que precisam de um atendimento especializado, para receberem o mesmo atendimento que pode ser feito no hospital no conforto e ao lado de familiares em sua própria casa, por uma equipe qualificada”, salientou a secretária enfatizando ainda a aquisição de novos equipamentos, a revitalização do Cemar Siqueira Campos, as readequações físicas nos Hospitais Municipais e a implantação do prontuário eletrônico no Nestor Piva.

Segundo Waneska, os índices de infestação do Aedes aegypti de 2018 foram menores que em 2017. “Conseguimos reduzir os índices por conta das ações de combate e controle realizadas pelos agentes de endemias, por conta do projeto de combate ao Aedes nas escolas, dos mutirões aos sábados e a coleta de pneus”.

Termo de Compromisso

De acordo com a secretária, para resolver a situação da greve dos médicos, foi realizado um termo de compromisso para pagamento da carga horária no período da greve dos profissionais médicos. “É importante lutar pela melhoria salarial, mas o que não queríamos é que a população ficasse desassistida, então fizemos esse termo para que os médicos que paralisaram tivessem seus salários pagos com a condição de reverter o tempo da greve em mais atendimento à população”.

Vereadores

Após a apresentação, Waneska Barboza respondeu aos diversos questionamentos feitos pelos parlamentares que acompanharam a prestação de contas. O vereador Palhaço Soneca (PPS) ocupou a Tribuna para elogiar o serviço. “Ontem levei minha esposa ao Nestor Piva para ser atendida. Por incrível que pareça, o atendimento foi nota mil. Percebo que o atendimento está melhorando, ouvi várias pessoas elogiando o atendimento e os profissionais também estão fazendo um belo trabalho”, disse.

“Como médico, sei o quanto é difícil tratar da saúde. Vejo na secretária uma determinação de diminuir o sofrimento dos pacientes. Parabéns pelos indicadores que estão diminuindo, só acho inadmissível ainda ver o número alto de mortalidade infantil em pleno século XXI. As pessoas precisam de acolhimento, mas sei dos esforços de todos para melhorar ainda mais esses números”, falou Dr. Manuel Marcos (PSDB).

O vereador Jason Neto (PDT) também parabenizou a equipe da SMS e destacou sua visita ao Nestor Piva. “Também percebi que o atendimento no Nestor Piva melhorou muito. Sei que ainda precisa melhorar o atendimento nos postos de saúde, mas já está bem melhor. A secretária tem responsabilidade e faz um trabalho humano para beneficiar a população. Sempre cobra volta do posto de saúde Elizabeth Pita e depois de uma conversa com a secretária, ela confirmou a reabertura da unidade em outro local”, frisou.

Já o vereador Elber Batalha (PSB) e a vereadora Emília Corrêa (Patriota) trouxeram algumas demandas e problemas da população. “Acho importante trazer esses dados e números comparativos, mas quando escuto a população, não vejo o mesmo resultado. Os moradores que usam a UBS Niceu Dantas relatam situação precária da unidade, tem apenas um médico e uma pediatra, que atende uma vez por semana. Outro caso é no Santa Maria, onde o posto de saúde Celso Daniel está com a placa da obra com início em outubro de 2018 e iria acabar em abril desse ano, mas a obra nem começou ainda. A prefeitura tem que entender que saúde é prioridade, e espero que isso aconteça”, disse Elber.

Para Américo de Deus (Rede) mesmo com a diminuição de novos casos de Aids, é preciso mais campanhas educativas. “Os números de pessoas com Aids ainda são altos. Mas também parabenizo os avanços nos atendimentos dos Caps e das Redes de Emergência. Cobro também uma maior atenção às pessoas com doenças raras”.

O líder do prefeito na CMA, Vinicius Porto (DEM), destacou o grande trabalho da secretária Waneska. “Aqui precisa esquecer a parte política e pensar no atendimento e na qualidade de vida da população. Destaco o pacto de compromisso que a secretária assumiu com médicos e a quantidade de investimentos e equipamentos adquiridos pela secretaria”.

Professor Bittencourt (PCdoB) também destacou os avanços significativos da saúde. “Comparando com a gestão de Edvaldo Nogueira com a anterior, aumentou mais 2 milhões de atendimentos, tem muito a melhorar, mas já avançou muito. Esta pasta assumiu com diversos problemas e muitos estão sendo resolvidos. Parabéns a Waneska e sua equipe”.

Thiaguinho Batalha (PMB), Cabo Didi (Sem partido), Juvêncio Oliveira (DEM) e Fábio Meireles (PPS) parabenizaram a explanação transparente da secretária e da gestão do prefeito Edvaldo Nogueira, que mesmo diante da crise no país estão se esforçando para a melhoria dos serviços. Já Cabo Amintas afirmou que a secretária não é a culpada por todos os problemas e pelo caos que a saúde se encontra, mas que ainda existem muitos problemas a serem resolvidos.

Por Fernanda Sales

Foto: César de Oliveira

  Editoria: