Secretária participa de Fórum Internacional de Saúde no Hospital Sírio-Libanês

Secretária participa de Fórum Internacional de Saúde no Hospital Sírio-Libanês
junho 14 17:00 2019 Imprimir Conteúdo

Com o objetivo de sensibilizar e disseminar o uso de evidências para gestores no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), a Prefeitura de Aracaju através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) participou do 1º Fórum Internacional de Gestão em Políticas de Saúde Informadas por Evidências, que aconteceu nessa quinta-feira, 13, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

O Fórum reuniu representantes da saúde pública dos estados, municípios e também do Ministério da Saúde para debater sobre o uso de evidencia cientificas. De acordo com a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, os debates tiveram como objetivo ressaltar a importância do conhecimento científico na tomada de decisão dos gestores relacionadas às ações de saúde pública.

“É um evento que tem muito a ver com o que estamos fazendo na Secretaria, que é valorizar e estimular o conhecimento científico, além de criar mecanismos que permitam a transferência de conhecimento para apoiar as ações de saúde. A produção de conhecimentos em saúde ainda é sensível ao contexto Aracajuano, mas nossos profissionais estão sendo fortalecidos e vão fazer a diferença”, esclareceu.

Como exemplo, Waneska citou a realização do Curso de Especialização em Gestão de Políticas de Saúde Informadas por Evidências (Espie), fruto da parceria entre o Ministério da Saúde e Hospital Sírio Libanês, em Aracaju está sendo promovido pela SMS, com o apoio da Fundação Estadual de Saúde (Funesa) de Sergipe e do Colegiado de Secretários Municipais de Saúde de Sergipe (Cosems/SE

“Os nossos trabalhadores do SUS selecionados para o curso, não só estão participando da parte teórica, mas principalmente da prática, realizarão quatro projetos de relevância para a gestão, onde serão transformados em políticas de saúde, sendo executados e implantados em Aracaju. Os temas dos quatro projetos são: Regulação em Saúde; Teleconsultoria em Saúde; Processo de Trabalho Informado por Evidência e Unidade Básica de Saúde (UBS) 17 de Março”, explicou a secretária.

Para a secretária, as experiências apresentadas no fórum servem de modelo para as ações de saúde no município. “A participação da SMS no Fórum reforça o argumento de aumento da visibilidade dada às produções científicas desenvolvidas na secretaria além de colaborar para orientar nas tomadas de decisões”, argumentou.

Segundo a Facilitadora de Aprendizagem do Curso de Especialização em Gestão em Políticas de Saúde Informadas por Evidências do Hospital Sírio Libanês, Marcelle Benetti, foram apresentadas no Fórum as possibilidades de colaboração entre redes e grupos de pesquisa com experiências no uso de evidências e as estratégias para o fortalecimento do SUS.

“No curso em Aracaju, fizemos o acolhimento de todos os alunos e sensibilizamos da importância dos projetos para o futuro da SMS. A idéia foi demonstrar para os alunos como são necessários estes projetos, fazendo com que eles se sintam protagonista da melhoria da saúde da população aracajuana”, enfatizou.

Para a diretoria de Atenção à Saúde da Universidade Tiradentes, Wanessa Lordelo, esta parceria com a SMS só fortalece o aprendizado e experiências. “Temos duas professoras colaboradoras da Unit, que estão participando do curso de especialização promovido pela SMS em Aracaju, sendo capacitadas e colocando em prática toda a política pública de saúde, que é necessária para a nossa sociedade”, afirmou.

Fonte e foto SMS

  Editoria: