Saúde contrata empresa para regularizar atendimento nos hospitais

Saúde contrata empresa para regularizar atendimento nos hospitais
janeiro 07 13:10 2019 Imprimir Conteúdo

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju (SMS) anunciou na manhã desta segunda-feira (07), medidas para suprir a falta de médicos nas Unidades de Pronto Atendimento (Upas) de Aracaju.

Isso após cerca de 126 profissionais paralisaram as atividades desde o dia 1º de janeiro, ao não concordarem com a mudança na modalidade de contrato de recibo de pagamento autônomo (RPA) para pessoa jurídica (PJ).

As unidades de urgência, que atendiam em média 10 mil pacientes ao mês, tiveram os plantões fechados, o que acabou provocando a superlotação do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse) e outras unidades da grande Aracaju.

A secretária Waneska Barboza explicou que uma empresa foi contratada em caráter emergencial para administrar e suprir a escala de médicos da Unidade de Pronto Atendimento Nestor Piva, na Zona Norte. Para fechar a escala da UPA Fernando Franco, na Zona Sul, serão remanejados 20 médicos do município.

Sobre o valor do contrato, a secretária disse que “o valor menor do que gastamos atualmente com a contratação via RPA”.

  Editoria: