Sala de aula invertida valoriza estudante ao incentivar participação e aprendizado

Sala de aula invertida valoriza estudante ao incentivar participação e aprendizado
janeiro 03 16:27 2019 Imprimir Conteúdo

Nova metodologia promove pesquisas e debates com a mediação do professor

Nesta sala, o aluno toma conhecimento do assunto, pesquisa e aprende

Por: Suzy Guimarães

Sala de aula invertida. Poucos tem têm conhecimento dessa nova metodologia da educação. Na verdade, esse processo está incluso nas recentes alternativas de ensino que visam incentivar o aluno a buscar o aprendizado, investigando, pesquisando, discutindo com os colegas, recebendo do professor orientação e não uma educação mastigada. Quem explica é a pedagoga Niraildes Machado Prado, coordenadora dos cursos de Pedagogia e Letras da UNINASSAU Aracaju.

“As novas alternativas de ensino visam incentivar o aluno a aprender de forma espontânea e participativa. Ambientes virtuais trazem o mundo para a sala de aula e fazem o estudante sair da caixa e se mostrar como ser pensante e atuante”, explica a pedagoga. Observando que é necessário se implantar uma gestão de aprendizagem, onde o professor atue como mediador do ensino, e não como uma figura que entrega ao aluno tudo mastigado.

“É nesse sentido que falo de sala de aula invertida, onde o aluno toma conhecimento do assunto, pesquisa e aprende. O professor media esse aprendizado e orienta”, complementa Niraildes. Ela afirma ainda que é preciso provocar e instigar o aluno a resolver os problemas, analisando as situações colocadas pelo professor em sala de aula, para que ele aprenda a solucionar as questões analisando, pesquisando e realmente aprendendo.

Mudança positiva

Na sala de aula invertida o professor lança uma situação e o aluno tenta resolver com sua própria iniciativa. Cabe ao professor mediar e orientar esse aluno que com as novas tecnologias recebe diariamente milhões de informações”, ressalta a pedagoga. Ela observa que o método é indicado não só para o ensino superior, mas também para os ensinos básico e médio.

“Na UNINASSAU já estamos promovendo essa mudança e nossos estudantes já aprendem dessa forma. Eles têm acesso aos assuntos, discutem a matéria entre eles e nós, professores, os orientamos, direcionamos e mediamos o aprendizado. Esse é um método eficaz e com certeza, é a melhor forma de aprendizado”, afirma a professora.

Entenda – A sala de aula invertida, também conhecida como flipped classroom, é considerada uma grande inovação no processo de aprendizagem. Como o próprio nome sugere, é o método de ensino através do qual a lógica da organização de uma sala de aula é de fato invertida por completo. O ensino online, principalmente, vem mudando cada vez mais a forma como as pessoas se relacionam entre si em um ambiente de aprendizagem, trazendo diversos benefícios para o aluno de cursos online.

Foto assessoria

 

  Editoria: