Rogério Carvalho acusado de usar cota parlamentar para pagar diária durante o recesso

Rogério Carvalho acusado de usar cota parlamentar para pagar diária durante o recesso
setembro 27 13:51 2019 Imprimir Conteúdo

O senador Rogério Carvalho (PT/SE), está sendo acusado de usar a cota parlamentar para pagar diária em um hotel de São Paulo entre os dias 1º e 2 de agosto, durante o recesso.

Na dia 2 de agosto, data da hospedagem no hotel Bourbon Ibirapuera Convention Hotel, o Congresso Nacional estava em recesso de meio de ano. Também no dia 2, era o seu aniversário. O ressarcimento da diária no valor de R$ 502,95 foi computado no sistema no dia 5 de agosto.

Recentemente, o senador petista Rogério Carvalho, foi criticado nas redes sociais por ter utilizado a cota parlamentar para compra de dois bolos em uma loja em Aracaju, sendo um bolo de fubá com goiabada saiu por 16 reais; e o de milho custou 15 reais. O senador, que está no seu primeiro mandato e é vice-líder do PT, pediu a nota fiscal para ressarcimento. À época, a sua assessoria informou que o gasto foi feito durante um evento com militares do partido.

Sobre o uso da cota durante o recesso, a assessoria do senador diz que “tendo em vista que o senador Rogério Carvalho (PT/SE) não diminuiu o ritmo de trabalho por causa do recesso, esclarecemos que a viagem realizada no dia 1° de agosto de 2019, num trecho Aracaju/São Paulo, e no dia 2 de agosto de 2019, um retorno de São Paulo /Aracaju, se tratou de uma estadia na capital paulista para uma reunião política”.

A assessoria legislativa do Senador esclarece ainda que o início do segundo semestre legislativo no Senado Federal começou no dia 1° de agosto de 2019. Não houve sessão no plenário porque a Presidência da casa só marcou para a semana seguinte. Mas nesta data, o Senador Rogério Carvalho já estava em período de trabalho.

Ao final da nota, assessoria diz que “a expectativa de encontrar caminhos para o Brasil superar a crise do desemprego, a retomada da geração de emprego e renda e para a manutenção das garantias fundamentais de liberdade de expressão, membros da executiva e do diretório nacional do Partido dos Trabalhadores realizam de reuniões e encontros frenquentes, a fim de estabelecerem outras perspectivas para o nosso país”.

  Editoria: