Rejeitados, mas preferidos

outubro 05 08:16 2018 Imprimir Conteúdo

 Esta eleição presidencial se difere em quase tudo das anteriores. Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), os dois candidatos mais rejeitados pelo eleitorado, lideram folgadamente todas as pesquisas. Embora preso e quase incomunicável, o ex-presidente Lula da Silva (PT) continua sendo personagem muito importante na disputa. Mesmo estando há quase um mês acamado para se recuperar de um atentado a faca, Bolsonaro lidera as pesquisas. Pelas redes sociais os simpatizantes dos concorrentes promovem um show de Fake News nunca visto neste país, fomentando o ódio e a intriga entre os eleitores apaixonados. E é neste clima tenso e surreal que os brasileiros vão às urnas, domingo próximo, para eleger o futuro presidente do Brasil ou escolher os dois candidatos que disputarão o 2º turno das eleições, marcado para o dia 28 de outubro. Por fim, resta pedir a todos muita calma nessa hora, afinal o Brasil ainda é nosso!

 Casa de ferreiro…

 Clóvis Barbosa, conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe, anda preocupado com as despesas das prefeituras. Segundo ele, as folhas de pessoal de 89% dos municípios sergipanos afrontam a Lei de Responsabilidade Fiscal. Aliás, este mesmo TCE, que agora se assusta com a gastança das Prefeituras, também já feriu a mesma lei. Foi preciso o governo estadual assumir parte da folha salarial daquela corte para ela entrar nos trilhos. Marminino!

Leve e solto

Até 48 horas depois do encerramento da votação de domingo, nenhum eleitor pode ser preso ou detido, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto. Já a proibição de prisão de candidatos está em vigor desde o último dia 22. No entanto, quem concorre a um cargo eletivo pode ser preso em caso de flagrante delito. Abra o olho!

 Vende-se votos

 Em Sergipe, estão vendendo votos até pelas páginas de classificados. O Jornal da Cidade denuncia, hoje, que dois eleitores de Socorro e Lagarto anunciaram no aplicativo OLX a venda de seus votos para governador e senador. Cobram entre R$ 100 e R$ 300 por cada sufrágio. Procurados pela reportagem do JC, os dois marmanjos disseram que estavam de brincadeirinha. Ou será que já venderam a mercadoria? Homem, vôte!

 Pau no governo

 Entrevistado pela revista Carta Capital sobre a administração de Sergipe, o deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) desceu a madeira no governo: “Sergipe, ao longo dos anos, tem sido um estado perdulário. Por outro lado, é preciso rever o relacionamento do executivo com empresas e prestadores de serviços”, sugere. Segundo Gilmar, “o governo é o maior caloteiro por aqui”. Crendeuspai!

 Fake News punida

 O candidato a governador Valadares Filho (PSB) ganhou direito de resposta para desmentir o concorrente Eduardo Amorim (PSDB). A campanha do tucano alardeou que o adversário está sendo investigado pela Polícia Federal. A Justiça Eleitoral apurou a inverdade e concedeu direito de resposta para Vavazinho desmentir a Fake News de Amorim. Bem feito!

 Voto em trânsito

 O Aeroporto de Aracaju está entre nove do país que terão postos da Justiça Eleitoral para o cidadão em trânsito justificar o voto. Segundo a Infraero, funcionários com coletes amarelos também ficarão à disposição dos passageiros, tirando dúvidas sobre horários dos voos e portões de embarque. O objetivo é garantir conforto e fluidez aos usuários do transporte aéreo no dia das eleições. Então tá!

 A luta continua

 Todas as pesquisas apontam que a disputa pelo governo de Sergipe vai para o 2º turno. Valadares Filho (PSB) e Belivaldo Chagas (PSD) aparecem na dianteira das últimas consultas de intenção de votos. O candidato Eduardo Amorim (PSDB) ocupa a 3ª posição nas pesquisas. Antônio Carlos Valadares (PSB), André Moura (PSC) e Jackson Barreto (MDB) lideram a disputa pelas duas vagas para o Senado. Que vençam os melhores!

Apuração rápida

Até às 22h do próximo domingo os sergipanos já saberão o resultado das eleições no estado. Aliás, na Justiça Eleitoral se acredita que o resultado final do pleito pode ser conhecido entre 20h e 21h. Isso só não acontecerá se ocorrer muito atraso no processo de votação, já que o eleitor gastará algum tempo para votar em cinco candidatos. Aguardemos, portanto!

Cadê a grana?

Nos bastidores políticos não é segredo para ninguém que boa parte das lideranças interioranas recebeu dos candidatos mais promessas de ajuda do que dinheiro em espécie. Como não podem tornar público o não pagamento do acertado à boca miúda, alguns deles prometer trabalhar contra os tratantes. Fazem, contudo, uma ressalva: a não ser que a ‘grana’ chegue até hoje à noite. Cruz credo!

Recorte de jornal

Publicado no jornal laranjeirense O Horizonte, em 17 de janeiro de 1886.

Resumo dos Jornais

  Editoria: