Quem vai devolver os milhões desviados na Fundação Hospitalar de Sergipe?

julho 05 05:34 2018 Imprimir Conteúdo

Já faz tempo que não ouvimos falar no caso do desvio de mais de 200 milhões de reais da Fundação Hospitalar de Sergipe. O Tribunal de Contas detectou, o Ministério Público abriu procedimento, mas parece que a disposição de levar em diante e punir os culpados não é a que a população esperava. A fundação, idealizada pelo então secretário de Estado da Saúde, Rogério Carvalho e aprovada pela Assembleia Legislativa deu calote em várias empresas prestadoras de serviço, que acabaram fechando as portas e demitindo centenas de trabalhadores.

E não parou por aí. Conforme o relatório do Tribunal de Contas, os desmandos foram em vários setores, desde a contratação de empresas inidôneas, aditivos, calotes, superfaturamento, dentre outras. Responsáveis? Até agora, apesar das evidências, nenhuma autoridade se arrisca a apontar.

VAI FICAR ASSIM?

Pelo andar da carruagem, com a lentidão observada no caso, não será tão cedo que o povo ficará sabendo quem aplicou um golpe milionário com a criação da Fundação Hospitalar de Sergipe. Os possíveis envolvidos acreditam piamente na impunidade e continuam por aí: livres e ricos. E vão continuar. Alô Deotap.

SEM REAJUSTE

O prefeito Edvaldo Nogueira confirmou que não vai haver reajuste de salário para os servidores públicos municipais este ano. Justifica que as finanças, apesar de equilibradas, não permitem qualquer acréscimo, por menor que seja o índice. Segundo o prefeito, no primeiro ano da administração teve que pagar 15 salários contando com os três deixados pela administração anterior. Então tá!

SALÁRIO

Enquanto isso, no Governo do Estado, apesar de todo esforço do governador Belivaldo chagas, o atraso de salários continua. Somente no próximo dia 11, o calendário referente ao mês de junho será concluído. Uma pena.

ORDENS DE SERVIÇO

E o governador Belivaldo Chagas (MDB), continua percorrendo vários municípios, assinando ordens de serviço para a realização de obras em vários setores. Esteve em São Cristóvão, Pedrinhas e Estância, Itabaianinha e na sua terra natal, Simão Dias. O ritmo forte, é aplaudido pelos aliados que vêm nesta atitude, uma forma de fortalecer o projeto de reeleição.

HOTÉIS EM BAIXA

A rede hoteleira de Sergipe não vive um bom momento. Nem mesmo os festejos juninos, aqueceram o mercado e os índices de 2018, no período, foram mais baixos do que 2017. E vale lembrar que no a no passado, não aconteceu o forró Caju. Para alguns, falta uma divulgação mais forte por parte da Emsetur. É, pode ser.

LAÉRCIO NO GOVERNO?

Desde que seu grupo político perdeu as eleições em Rosário, o ex-prefeito Laércio Passos ensaiou uma aproximação com o grupo de oposição liderado pelo senador Eduardo Amorim (PSDB). Durante algumas entrevistas, fez severas críticas ao Governo do Estado, mas parece que não resistiu aos encantos do poder. É dele a indicação do presidente da Emsetur.

RÁDIO EM MAUS LENÇOIS

A Rádio Capital do Agreste, do empresário José Teles de Mendonça está em maus lençóis. Já são mais de 20 processos pedindo indenização por danos morais, nos últimos meses. O jornalismo da emissora tem agredido verbalmente, autoridades do município, a exemplo do prefeito Valmir de Francisquinho, vereadores Miguel de Acioli, Roosevelt Santana, além de secretários municipais. Devedora de outros processos mais antigos, gerado pelo mesmo radialista, a famosa emissora itabaianense soma uma dívida impagável, se for levado em conta o faturamento da empresa. Uma pena. Zé Teles não merece isso. O povo de Itabaiana não merece isso.

A PRINCESA FM, TAMBÉM

Com o jornalismo idêntico ao da Rádio Capital, a Princesa FM, também tem sido citada na justiça. No programa matutino, os ataques ao prefeito Valmir, assessores e auxiliares, têm sido constantes. Ferindo todas as regras básicas do jornalismo, os locutores não permitem a contraditório e cerceiam a palavra do prefeito. Praticamente toda sexta, o entrevistado é o deputado Luciano Bispo, tido como principal patrocinador. O assunto é o mesmo de todos os dias: calúnias contra o Chefe do Executivo. E os processos continuam se avolumando. Curioso é que os integrantes do jornalismo da emissora ou são comissionados do Governo do Estado ou da Assembleia Legislativa. Êta Sergipe bom!

AUMENTO DO GÁS

E para variar, tem mais um aumento para o povo brasileiro pagar. A Petrobrás anunciou que vai reajustar em quase cinco por cento, o preço do Gás de Cozinha. Na nota, a empresa diz que a partir de agora o botijão de 13 quilos passara a custar 70 reais. Onde? Aqui em Sergipe já estamos pagando 80 reais. Êta Brasil sem jeito!

  Editoria: